O Sindicato dos Bancários de Cornélio Procópio (PR) percorreu todas as agências bancárias da cidade neste Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência pública e universal, entregando aos bancários, bancárias e clientes um folheto com as principais mudanças nas regras da aposentadoria.

A atividade também foi feita no Coreto do Calçadão de Cornélio, onde dirigentes da entidade distribuíram o material para a população em geral e explicaram o que o governo Jair Bolsonaro (PSL) pretende fazer com a Previdência Social.

“As pessoas não estão esclarecidas sobre o que vai ser essa reforma e como ela vai prejudicar suas vidas. O governo está divulgando informações mentirosas, de que vai acabar com privilégios e que isso vai gerar empregos, mas tudo isso não é verdade”, afirma Elizeu Marcos Galvão, presidente do Sindicato dos Bancários de Cornélio Procópio.

De acordo com Elizeu, as mudanças nas regras dificultarão a aposentadoria de milhões de brasileiros e brasileiras, em especial os mais jovens, e isso vai reduzir o dinheiro em circulação no País prejudicando a economia, principalmente dos pequenos municípios.

“Hoje, os benefícios da aposentadoria do trabalhador rural e o BPC (Benefício de Prestação Continuada) servem de sustentação para muitas cidades do interior do Brasil, pois não têm indústrias ou empresas que possam gerar empregos e impostos. Sem essa renda, no futuro esses municípios verão o comércio fechar as portas, porque a população carente não terá mais condições de consumir, ampliando assim a miséria no País”.

Por Armando Duarte Jr.

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br