Dirigentes do Sindicato de Apucarana realizaram atividade na quarta-feira (12/02) na agência do Banco do Brasil para marcar o Dia Nacional de Luta contra a reestruturação.

Damião Rodrigues, presidente do Sindicato de Apucarana, convocou os funcionários a aderirem à mobilização contra a privatização do Banco do Brasil

Na oportunidade foi entregue a edição do boletim “O Espelho”, com informações sobre as mudanças que a diretoria do banco está impondo na gratificação de função, com redução significativa na remuneração e reflexos em outros direitos.

Clique aqui para ver uma análise da Contraf-CUT sobre os riscos da reestruturação.

Damião Rodrigues, presidente do Sindicato de Apucarana, falou aos funcionários e funcionárias que é preciso resistir a mais esse ataque, que faz parte do processo de privatização das empresas públicas encaminhado pelo governo federal.

“O movimento sindical não foi ouvido sobre essa reestruturação que mexe muito com a vida do funcionalismo do BB e quer a abertura de diálogo com o banco no sentido de preservar direitos e reduzir riscos. Mas só conseguiremos isso com muita pressão nas bases”, afirma Damião.

Além das atividades do Dia Nacional de Luta, dirigentes sindicais fizeram contatos com deputados e vereadores na quarta-feira (12) contra a privatização do Banco do Brasil e os ataques aos funcionários.

Por Armando Duarte Jr.

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br