Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 17 de dezembro de 2018 às 8:21:
Ato de Natal no Palácio Avenida: Sindicato de Curitiba apresenta “A Revolta dos Duendes”

As perdas que os trabalhadores tiveram com a Reforma Trabalhista, o que está em jogo com a futura Reforma da Previdência e o papel dos bancos nesta conjuntura foram alguns dos temas abordados no ato de Natal realizado pelo Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região nesta sexta-feira, 14 de dezembro, em frente ao Palácio Avenida. Por meio do teatro intitulado “A Revolta dos Duendes”, a entidade fez uma crítica à retirada de direitos e à exploração dos trabalhadores.

Ato lúdico aconteceu na sexta (14), em frente ao Palácio Avenida. Fotos: Joka Madruga/SEEB Curitiba

 

“O objetivo d’A Revolta dos Duendes é mostrar para a população quem ganha e quem perde com estas reformas que já aconteceram ou irão acontecer. Trata-se de uma forma bem humorada de criticar o liberalismos que tem impregnado as relações de trabalho”, destaca Alessandro Garcia (o Vovô), dirigente sindical que interpretou um dos duendes no teatro.

Todos os anos, às vésperas do Natal, o Sindicato realiza um ato lúdico para expor a ganância dos bancos, que lucram bilhões e seguem explorando clientes e funcionários. As péssimas condições de trabalho a que estão submetidos os bancários, as tarifas e juros abusivos e a falta de responsabilidade social dos bancos são temas recorrentes nas apresentações. Em 2018, a entidade abordou também a Reforma da Previdência, expondo o quanto os bancos devem à Previdência Social brasileira e a quem interessa a mudança nas regras da aposentadoria.

“Cinco bancos brasileiros estão entre as empresas consideradas os maiores devedores da Previdência Social. Porém, o que se constata no discurso da reforma é que essa conta será passada ao trabalhador, que terá que trabalhar mais e contribuir por mais anos”, resume o dirigente Antônio Luiz Fermino. “É evidente que todas as alterações aprovadas nos últimos dois anos, bem como as propostas de reformas futuras pautadas pelo governo Temer-Bolsonaro atendem apenas aos interesses dos patrões”, resume Cristiane Zacarias, dirigente sindical.

Antes de ato, Prefeitura notifica Sindicato

Entidade recebeu com surpresa a presença da fiscalização. Ato é realizado há quase 10 anos.

Momentos antes do ato de Natal começar, na sexta-feira, 14 de dezembro, em frente ao Palácio Avenida, a direção do Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região foi abordada por dois fiscais da Prefeitura de Curitiba, um da Secretaria de Meio Ambiente e outro da Secretaria de Urbanismo, na presença de Guardas Municipais. Os fiscais alegaram que estavam ali por causa do som e do palco e para verificar se a entidade tinha autorização para ocupar o solo do calçadão da Rua XV de Novembro.

A secretária-geral do Sindicato, Karla Huning, falou com os fiscais e informou que, em uma década de realização de atos pelo Sindicato na Boca Maldita, era a primeira vez que a fiscalização da Prefeitura intervinha e informava sobre a necessidade de autorização prévia. “Desde quando o Bamerindus foi vendido para o HSBC, todos os anos, realizamos atos contra as demissões exatamente aqui em frente ao Palácio Avenida e nunca tivemos problemas”, afirmou.

Os fiscais da Prefeitura confirmaram que atenderam a uma denúncia, mas não souberam especificar a origem, nem o denunciante. Após as explicações do Sindicato, os representantes da Prefeitura de Curitiba emitiram uma notificação para que o Sindicato preste esclarecimentos, sob risco de multa.

deixe seu comentário

 
últimas notícias
23 de Maio de 2019
  O que é uma Startup?
22 de Maio de 2019
  Em meio à crise, quatro grandes bancos lucram R$ 20,85 bilhões
17 de Maio de 2019
  Financeiras: Patrões querem negociar trabalho aos finais de semana
14 de Maio de 2019
  Governo Bolsonaro acaba com normas de saúde e segurança que protegem trabalhador
14 de Maio de 2019
  Governo prepara armadilha para endividar idoso que tem casa própria
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos