Evento será realizado dia 12 de novembro, na Assembleia Legislativa do Paraná, por proposição da deputada Luciana Rafagnin e do deputado Arilson Chiorato, ambos do Partido dos Trabalhadores (PT)

A audiência pública “Feminicídio, violência doméstica e o aspecto da vida social de vítimas indiretas” será realizada no plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná na próxima terça-feira, 12 de novembro, a partir das 9 horas.

O debate terá a participação da dirigente sindical bancária Cristiane Zacarias, de Curitiba, que pretende expor as dificuldades que as mulheres vítimas de violência doméstica encontram nas relações de trabalho num momento de fragilidade. “O movimento sindical acaba promovendo um acolhimento que as empresas deveriam proporcionar. Quando é preciso afastamento dessa mulher trabalhadora, quando é preciso cuidado com suas crianças. Quando é preciso que ela se afaste de seu agressor. Mas existem muitas lagunas, pois no ambiente de trabalho a violência doméstica é um debate interditado”, explica.

Saiba mais: Violência contra a mulher é debate interditado no local de trabalho

Confira informações sobre os demais participantes:

 

Audiência Pública | Feminicídio, violência doméstica e o aspecto da vida social de vítimas indiretas

Data: terça-feira, 12 de novembro
Horário: a partir das 8h30
Local: Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br