Foto: Reprodução

Muitas pessoas não sabem, mas neste dia 12 de outubro, além de ser o Dia das Crianças e da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, é também o aniversário do Banco do Brasil.

A maior e principal instituição financeira do País foi fundada em 1808 por Dom João VI. Em 1817, fez a primeira oferta pública de ações do mercado de capitais brasileiro, em 1819 financiou a construção da Bolsa de Valores e já atuou como casa da moeda.

Com sua atuação voltada para o desenvolvimento econômico e social do País, o Banco do Brasil também foi responsável pela criação da Petrobras, da Companhia Vale (do Rio Doce), e vem financiado nestes mais de dois séculos os setores industriais e agrícola com linhas de crédito para fomentar a produção nacional.

Segundo o diretor do Sindicato de Londrina, Laurito Porto de Lira Filho, a intenção do governo Jair Bolsonaro de privatizar o banco coloca em risco não só o financiamento dessas ações, mas também diversos investimentos que são feitos nos estados, municípios, nas universidades, cooperativas e no apoio à agricultura familiar, entre outros.

“Desde a sua fundação, há 212 anos, o Banco do Brasil adotou estratégias de atuação para o desenvolvimento sustentável do País. Este papel não é assumido pelos bancos privados, porque eles estão mais preocupados com os lucros que terão com suas operações, deixando de lado a questão social”, salienta Laurito.

“Cabe nesta data, em que o BB completa 212 anos de atividades, parabenizar não só a instituição, mas também todos os funcionários e funcionárias, da ativa e aposentados, que ajudaram a tornar o banco sólido e no dia a dia constroem sua história”, ressalta.

Campanha em defesa do BB

Para comemorar o aniversário do Banco do Brasil, na terça-feira (13/10), a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), Sindicatos e Federações de Bancários lançam o seminário online “O Bom do BB é construir o Brasil com você – Banco do Brasil, de parabéns há 212 anos”.

O debate será transmitido a partir das 19h00 pela página da Contraf-CUT no Facebook e no YouTube.

Cronograma de atividades

13/10, às 19h – Banco do Brasil, há 212 anos um instrumento de
inclusão, desenvolvimento econômico e soberania nacional, com Luiz
Gonzaga Belluzzo e Jaques Wagner

14/10, às 19h – Denúncia e atuação contra a agenda de desmonte e
privatização do Governo Bolsonaro contra o BB, com deputada federal
Érika Kokay (PT/DF), Maximiliano Garcez e Paulo Assunção

15/10, às 11h – Tuitaço em defesa do banco

16/10, às 19h – Show-live com Zélia Duncan

Texto: Armando Duarte Jr.

Fonte: Vida Bancária

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br