Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 20 de abril de 2017 às 11:10:
Base governista manobra e aprova urgência para PL da Reforma Trabalhista

Estes deputados estão fazendo de tudo para atender aos interesses dos empresários

20/04/2017

Billy Boss/Câmara dos Deputados

Billy Boss/Câmara dos DeputadosNa quarta-feira (19), um dia depois de o requerimento de urgência para a tramitação do PL 6787/2016 (PL da Reforma Trabalhista) ter sido recusado pelo Plenário da Câmara dos Deputados, a base de apoio ao governo golpista e ilegítimo de Michel Temer voltou a colocar a matéria em votação e conseguiu a aprovação do requerimento.

A base governista conseguiu 287 votos favoráveis à tramitação em caráter de urgência do PL da Reforma Trabalhista. Era preciso obter 257 para a aprovação. No dia anterior, apenas 230 deputados haviam votado favoráveis ao requerimento.

“Estes deputados estão fazendo de tudo para atender aos interesses dos empresários, que financiaram suas campanhas e querem garantir sempre o maior lucro possível para suas empresas, em prejuízo da classe trabalhadora. Mas, apesar de a grande mídia tentar esconder esse fato, o povo já percebeu o que eles estão fazendo. No dia 28 de abril, o país vai parar e as ruas ficarão cheias em protesto contra todos estes ataques contra a classe trabalhadora”, disse Roberto Von der Osten, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Mais informações nos sites da Rede Brasil Atual e da Câmara dos Deputados.

Fonte: Contraf-CUT

deixe seu comentário

 
últimas notícias
22 de agosto de 2017
Os que querem que as pessoas não gostem de política são os que gostaram...
21 de agosto de 2017
‘Estamos frente a um sistema de agiotagem que paralisou o país’
18 de agosto de 2017
Decisão do STF sobre impeachment de Temer sai até próxima semana, diz Moraes
17 de agosto de 2017
Os motivos por trás da suspensão do acordo de delação de Eduardo Cunha
17 de agosto de 2017
Bancos fecham 10.680 postos de trabalho no primeiro semestre de 2017
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos