Em reuniões realizadas no início de março, o Bradesco atendeu o pedido do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários, Financiários e Empresas do Ramo Financeiro de Curitiba e região e prorrogou os mandatos das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (Cipa) que venceram em 2020 pelo prazo de um ano. Por conta da pandemia da Covid-19, não foram realizadas eleições de Cipas no ano passado.

“Devido à pandemia, não houve condições de realizar eleições em 2020. Sendo assim, a prorrogação dos mandatos é uma forma de assegurar este importante instrumento de preservação da saúde dos trabalhadores e das condições de trabalho no banco”, avalia Karla Huning, representante dos funcionários do Bradesco nas negociações com o banco.

Cipa
A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) tem a finalidade de cobrar do banco melhorias no ambiente e nas condições de trabalho, visando a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, e a saúde do trabalhador.

São funções dos cipeiros esclarecer e conscientizar sobre a gravidade das doenças ocupacionais e lutar por Programa de Prevenção às LER/Dort; fiscalizar o cumprimento das normas de segurança e da medicina do trabalho; buscar, junto ao Sindicato, a ampliação dos direitos dos trabalhadores; realizar semanas internas de prevenção de acidente, nas quais sejam discutidas questões de saúde e relativas às condições de segurança no trabalho.

Também são atribuições dos integrantes da comissão acompanhar as ocorrências e exigir notificações de todos os casos de doença e acidente de trabalho, como rege a lei da Previdência Social; realizar trabalhos voltados à saúde mental dos bancários; informar e esclarecer os funcionários sobre os riscos à saúde e à segurança no ambiente de trabalho.

Fonte: SEEB Curitiba

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br