Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 20 de junho de 2018 às 14:21:
Congresso da UNI Global(Sindicato Mundial) debate paz e democracia

Evento está acontecendo em Liverpool, de 14 a 20 de junho.

Está sendo realizado, entre os dias 14 e 20 de junho, o 5° Congresso Mundial da UNI Global Union, em Liverpool. A UNI Global é um sindicato mundial que representa mais de 20 milhões de trabalhadores de 900 entidades do setor de serviços em diversos países do mundo, entre eles o Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região.


Fotos: SEEB Curitiba

Nos dias 15 e 16 de junho, mais de 450 dirigentes sindicais mulheres de inúmeros países reuniram-se na 5ª Conferência Mundial de Mulheres da UNI Global, discutindo, sobretudo, formas de combate à violência de gênero. A partir do dia 17, mais de 600 dirigentes iniciaram outros importantes debates, como economia sustentável, o futuro do mundo do trabalho diante das tecnologias, direitos humanos, democracia e paz. Intitulado Making it Happen! (Fazer acontecer!), o evento conta com a participação da diretora do Ramo Financeiro do Sindicato, Katlin Salles.

“Trata-se de um Congresso muito rico, que nos possibilita um aprendizado valoroso por meio da troca de experiências com representantes de todo o mundo. Neste momento, compreendemos como é importante a união dos sindicatos mundo afora, pois o Capital faz acordos globais visando apenas ao lucro e prejudicando os trabalhadores. Por isso, precisamos romper barreiras e atravessar fronteiras, fazendo também acordos globais para defender os trabalhadores”, resume Katlin.

A dirigente sindical destaca que Liverpool, sede do Congresso, é considerada a cidade mais democrática do mundo. O evento contou ainda com a participação do atual prefeito e ex-sindicalista, representante dos trabalhadores marinheiros, Joe Anderson, que defende a necessidade de ofertar aos jovens ferramentas e espaço para que sejam protagonistas. “Não devemos aguardar o governo ideal, precisamos de uma luta organizada, pois somente assim encontraremos uma saída para os atuais problemas, através da paz e da democracia”, traduz Katlin.

Avaliação
“As políticas de austeridade, aplicadas em vários países mundo afora, assim como no Brasil, aliadas à retirada de direitos dos trabalhadores, têm causado uma convulsão no mundo do trabalho. Por outro lado, 85% da população global quer e precisa de uma nova regulamentação salarial. Esse grave conflito de interesse precisa ser resolvido de maneira mais igualitária entre o Capital e Trabalho. Por isso, é preciso que continuemos acreditando no poder de organização e transformação que o sindicato é capaz de fazer. Neste sentido, o 5° Congresso da UNI Global Union tem mostrado que a unidade entre os trabalhadores e trabalhadoras será fundamental para termos êxito no futuro do mundo do trabalho!”, avalia Júnior César Dias, presidente da Fetec-CUT-PR.

Renata Ortega
SEEB Curitiba

deixe seu comentário

 
últimas notícias
5 de novembro de 2018
  Mês da Consciência Negra | Associação promove ciclo de palestras e atividades culturais em...
1 de novembro de 2018
  Indicação de Moro a ministério expõe parcialidade da Lava Jato
31 de outubro de 2018
  Entenda como ficou a gratificação de função dos bancários
31 de outubro de 2018
  Roda de Conversa: discurso de ódio sempre foi marginal e se adaptou a práticas...
29 de outubro de 2018
  Paulo Guedes anuncia que vai priorizar reforma da Previdência e privatizações
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos