A FETEC/CUT-PR e os Sindicatos de Bancários filiados à CUT no Paraná solicitaram reunião com o secretário de Estado da Fazenda, Heron Harzua, para debater questões relacionadas à transferência das contas públicas do estado para o Banco do Brasil e para a Caixa Econômica Federal. A reunião acontecerá no dia 10 de novembro.

Em reunião estadual realizada na semana passada os sindicatos definiram campanha pela preservação do emprego no Banco Itaú. O movimento sindical irá contestar qualquer intenção de demissão no Banco, uma vez que o histórico de demissões no Itaú, após a compra do Banestado, já ultrapassou 8 mil postos de trabalho.

Vale ressaltar que, após receber o Banestado na privatização promovida em 2000, o Itaú apresentou sucessivos recordes de lucros, abateu os créditos tributários, além de demitir em massa. O movimento sindical não irá aceitar um novo enxugamento por causa da retirada das contas públicas.

Por outro lado, o estado do Paraná não pode se omitir em relação às seguintes questões:
1- Nível de emprego e fim das terceirizações. Ou seja, o BB e a Caixa têm de contratar os concursados;
2 – Respeito à legislação brasileira e as normas relativas à saúde ocupacional;
3- Tarifas bancárias e respeito à lei das filas.

O movimento sindical também realizará reunião com o diretor de Recursos Humanos do Itaú, no dia 18 de novembro, e solicitou reunião com o BB e a Caixa, dado o volume de trabalho que estes bancos irão absorver.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br