Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 4 de dezembro de 2013 às 9:56:
Contraf-CUT faz doação para construção de uma cisterna no Nordeste

Crédito: Mauricio Morais – Seeb São Paulo

Mauricio Morais - Seeb São PauloEntidades comemoram 20 anos do Comitê Betinho promovendo cidadania

Na solenidade comemorativa dos 20 anos do Comitê Betinho, ocorrida nesta segunda-feira (2), a Contraf-CUT anunciou que vai fazer uma doação para a construção de uma cisterna para uma família no semiárido do Nordeste do Brasil, como ação de cidadania, solidariedade e inclusão social para quem sofre com a falta de água. O gesto foi retribuído com a entrega do “Diploma de Reconhecimento” para a Contraf-CUT.

CUT, Fetec-CUT/SP e Sindicato dos Bancários de Campinas também anunciaram doações, a exemplo de outras entidades que já se engajaram na campanha, como os sindicatos de São Paulo, Pernambuco e ABC, a Afubesp e a Fenae. Uma bancária que se aposentou também fez uma doação com o saque do FGTS. Todos receberam diplomas e homenagens.

O Comitê Betinho foi fundado em 1º de novembro de 1993 por funcionários do ex-Banespa. A cerimônia foi realizada no Café dos Bancários, na sede do Sindicato de São Paulo.

O valor de construção de uma cisterna é hoje de R$ 1,6 mil. “Esperamos que esse gesto concreto incentive outros sindicatos e federações a participarem desse importante projeto social, uma iniciativa dos bancários que tem contribuído de forma efetiva para enfrentar o problema da seca e melhorar as condições de vida de centenas de famílias carentes do Nordeste”, afirma o secretário de imprensa da Contraf-CUT, Ademir Wiederkehr, que representou a entidade.

Ação de cidadania

O presidente do Comitê Betinho, José Roberto Barbosa, estava visivelmente emocionado. “É um trabalho que começamos quando ainda éramos jovens sonhando com um mundo melhor”, disse ao lembrar que a iniciativa foi inspirada pela campanha Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida, lançada pelo sociólogo Herbert Jose de Souza, o Betinho. Um vídeo foi exibido contando um pouco da bela história da entidade. Confira abaixo:

“Sabemos da responsabilidade de continuar a obra de Betinho. Exilado, ele foi militante em vários países e, quando voltou, seguiu a luta contra a fome e pela cidadania, solidariedade e inclusão social”, lembrou Zé Roberto.

Ele frisou que não se trata de assistencialismo. Betinho, falecido em agosto de 1997, dizia que “a luta é por políticas públicas para combater a miséria, que é escandalosa”. Conforme Zé Roberto, “é preciso cobrar ações do Estado, mas, como somos cidadãos, precisamos arregaçar as mangas e construir um mundo melhor porque ainda tem gente bebendo água imprópria ao consumo, o que fere a dignidade humana”.

A importância da cisterna

A cisterna é um reservatório que armazena 16 mil litros de água das chuvas por meio de calhas colocadas nos telhados das casas. Cada uma tem capacidade para atender a uma família com cinco pessoas por oito meses.

“A água da cisterna promove o bem-estar, é potável, evita a transmissão de doenças e a mortalidade infantil, além de impedir que o sertanejo ande muitos quilômetros para, via de regra, obter água suja e contaminada dos açudes, ferindo os direitos do ser humano”, explica Zé Roberto.

Segundo ele, “o papel do Comitê é repassar integralmente recursos próprios e de parceiros para as ONGs que atuam no Nordeste: Cáritas, Diaconia, Caatinga, Visão Mundial e outras, responsáveis pelo treinamento dos executores das cisternas, por ensinar a comunidade a manter as águas purificadas e por fazer a manutenção dos equipamentos”.

Rumo à construção das 500 cisternas

O Comitê Betinho pretende alcançar ainda em 2013 o objetivo de construir 500 cisternas no Nordeste. “Seja um Papai Noel diferente” é o apelo da campanha, buscando sensibilizar entidades sindicais e representativas e cidadãos em geral neste tempo de Natal para obter contribuições.

“Trata-se de uma ação de cidadania que merece todo apoio da categoria. As cisternas levam solidariedade e esperança para famílias nordestinas que assim podem enfrentar o período da seca em condições mais dignas”, conclui Ademir, colaborador mensal do Comitê Betinho.

Quem quiser ajudar pode depositar qualquer quantia nas contas:

Banco do Brasil – Ag.: 0018-3 – Conta Poupança: 85.406-9 Variação: 51
Bradesco – Ag.: 3003-1 – Conta Poupança: 100.8818-6
Caixa – Ag.: 1004 – Conta Poupança: 013 – 97707-8
Itaú – Ag.: 7657 – Conta Poupança 13753-0/500
Santander – Ag.: 0001 – Conta Corrente: 13-027407-9

Fonte: Contraf-CUT com Comitê Betinho

deixe seu comentário

 
últimas notícias
18 de outubro de 2017
  Veja quem votou contra e quem votou a favor de Aécio Neves
17 de outubro de 2017
  Banestado: 17 anos da privatização, hoje
17 de outubro de 2017
  Desgastado, Aécio Neves tem dificuldades para se salvar no Senado
16 de outubro de 2017
  A globalização não perdoa os sem economia e sem soberania
13 de outubro de 2017
  Eleições se aproximam na Venezuela; entenda a disputa entre direita e esquerda
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos