Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 4 de dezembro de 2013 às 9:56:
Contraf-CUT faz doação para construção de uma cisterna no Nordeste

Crédito: Mauricio Morais – Seeb São Paulo

Mauricio Morais - Seeb São PauloEntidades comemoram 20 anos do Comitê Betinho promovendo cidadania

Na solenidade comemorativa dos 20 anos do Comitê Betinho, ocorrida nesta segunda-feira (2), a Contraf-CUT anunciou que vai fazer uma doação para a construção de uma cisterna para uma família no semiárido do Nordeste do Brasil, como ação de cidadania, solidariedade e inclusão social para quem sofre com a falta de água. O gesto foi retribuído com a entrega do “Diploma de Reconhecimento” para a Contraf-CUT.

CUT, Fetec-CUT/SP e Sindicato dos Bancários de Campinas também anunciaram doações, a exemplo de outras entidades que já se engajaram na campanha, como os sindicatos de São Paulo, Pernambuco e ABC, a Afubesp e a Fenae. Uma bancária que se aposentou também fez uma doação com o saque do FGTS. Todos receberam diplomas e homenagens.

O Comitê Betinho foi fundado em 1º de novembro de 1993 por funcionários do ex-Banespa. A cerimônia foi realizada no Café dos Bancários, na sede do Sindicato de São Paulo.

O valor de construção de uma cisterna é hoje de R$ 1,6 mil. “Esperamos que esse gesto concreto incentive outros sindicatos e federações a participarem desse importante projeto social, uma iniciativa dos bancários que tem contribuído de forma efetiva para enfrentar o problema da seca e melhorar as condições de vida de centenas de famílias carentes do Nordeste”, afirma o secretário de imprensa da Contraf-CUT, Ademir Wiederkehr, que representou a entidade.

Ação de cidadania

O presidente do Comitê Betinho, José Roberto Barbosa, estava visivelmente emocionado. “É um trabalho que começamos quando ainda éramos jovens sonhando com um mundo melhor”, disse ao lembrar que a iniciativa foi inspirada pela campanha Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida, lançada pelo sociólogo Herbert Jose de Souza, o Betinho. Um vídeo foi exibido contando um pouco da bela história da entidade. Confira abaixo:

“Sabemos da responsabilidade de continuar a obra de Betinho. Exilado, ele foi militante em vários países e, quando voltou, seguiu a luta contra a fome e pela cidadania, solidariedade e inclusão social”, lembrou Zé Roberto.

Ele frisou que não se trata de assistencialismo. Betinho, falecido em agosto de 1997, dizia que “a luta é por políticas públicas para combater a miséria, que é escandalosa”. Conforme Zé Roberto, “é preciso cobrar ações do Estado, mas, como somos cidadãos, precisamos arregaçar as mangas e construir um mundo melhor porque ainda tem gente bebendo água imprópria ao consumo, o que fere a dignidade humana”.

A importância da cisterna

A cisterna é um reservatório que armazena 16 mil litros de água das chuvas por meio de calhas colocadas nos telhados das casas. Cada uma tem capacidade para atender a uma família com cinco pessoas por oito meses.

“A água da cisterna promove o bem-estar, é potável, evita a transmissão de doenças e a mortalidade infantil, além de impedir que o sertanejo ande muitos quilômetros para, via de regra, obter água suja e contaminada dos açudes, ferindo os direitos do ser humano”, explica Zé Roberto.

Segundo ele, “o papel do Comitê é repassar integralmente recursos próprios e de parceiros para as ONGs que atuam no Nordeste: Cáritas, Diaconia, Caatinga, Visão Mundial e outras, responsáveis pelo treinamento dos executores das cisternas, por ensinar a comunidade a manter as águas purificadas e por fazer a manutenção dos equipamentos”.

Rumo à construção das 500 cisternas

O Comitê Betinho pretende alcançar ainda em 2013 o objetivo de construir 500 cisternas no Nordeste. “Seja um Papai Noel diferente” é o apelo da campanha, buscando sensibilizar entidades sindicais e representativas e cidadãos em geral neste tempo de Natal para obter contribuições.

“Trata-se de uma ação de cidadania que merece todo apoio da categoria. As cisternas levam solidariedade e esperança para famílias nordestinas que assim podem enfrentar o período da seca em condições mais dignas”, conclui Ademir, colaborador mensal do Comitê Betinho.

Quem quiser ajudar pode depositar qualquer quantia nas contas:

Banco do Brasil – Ag.: 0018-3 – Conta Poupança: 85.406-9 Variação: 51
Bradesco – Ag.: 3003-1 – Conta Poupança: 100.8818-6
Caixa – Ag.: 1004 – Conta Poupança: 013 – 97707-8
Itaú – Ag.: 7657 – Conta Poupança 13753-0/500
Santander – Ag.: 0001 – Conta Corrente: 13-027407-9

Fonte: Contraf-CUT com Comitê Betinho

deixe seu comentário

 
últimas notícias
15 de agosto de 2018
  Bancários vão à Brasília em defesa dos bancos públicos
14 de agosto de 2018
  Campanha pela presunção da inocência mobiliza juristas em defesa da democracia
14 de agosto de 2018
  Brasil perde bilhões em sonegação de impostos, denuncia Sonegômetro
13 de agosto de 2018
  Reforma Trabalhista: após denúncia da FETEC-CUT-PR, deputada Erika Kokay questiona apoio de Comissão do...
10 de agosto de 2018
  Bancários do Brasil participam do “Dia do Basta”
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos