Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 20 de Março de 2019 às 11:05:
CUT Paraná realiza em Curitiba a 7ª Pedalada pelo Fim da Violência contra as Mulheres

Atividade será realizada no próximo domingo, 24 de março, a partir das 9h com saída da Praça Santos Andrade.

No domingo (24) a CUT Paraná realiza a 7ª edição da Pedalada pelo Fim da Violência Contra as Mulheres.  A concentração será às 9h na Praça Santos Andrade, no centro de Curitiba. Ao todo, são 5,5km de percurso. Os ciclistas e pedestres seguirão pela Rua João Negrão até a Rua Marechal Dedoro, passando pela Emiliano Perneta, Brigadeiro Franco, Padre Agostinho até chegar na Avenida Cândido Hartmann onde encerrarão a atividade no Parque Barigui.

O evento, que acontece tradicionalmente em março, este ano terá uma motivação especial:  uma homenagem à professora Lirani Franco, falecida em fevereiro deste ano. “Fizemos esta homenagem porque Lirani é uma síntese deste movimento. Mobilização de pessoas, luta em defesa da igualdade de gênero e pelo fim da violência contra a mulher”, explica a secretária da mulher da CUT Paraná, Anacélie Azevedo. A Reforma da Previdência, segundo a dirigente, também será lembrada durante a atividade. “Uma vez aprovada, será uma nova violência contra s mulheres, ha avisto que somos a maioria quando falamos em trabalho precarizado, com alta rotatividade, além do acúmulo da jornada doméstica”, completou.

Nesta edição, segundo Anacélie, a central também reforça que o objetivo é reunir ciclistas mas também pedestres. “Pessoas que não queiram andar de bicicleta também podem ir conosco. O trajeto será feito de forma tranquila para que seja a pé ou de bicicleta as pessoas possam participar e dividir o mesmo ideal que é o fim da violência contra as mulheres”, completa.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil tem uma taxa de quase cinco assassinatos por 100 mil mulheres. “Somos hoje o 5º país na colocação entre os 83 avaliados que mais matam mulheres. É um dado assustador e em vez de existir um recrudescimento da violência, ela continua crescendo, sobretudo devido a falta de políticas públicas eficientes nos últimos três anos. O mesmo se reflete na estatística de que acada 11 segundos uma mulher é estuprada no Brasil”, enfatiza.

As pedaladas também deverão acontecer ao longo do ano em outras cidades do interior do Paraná, a exemplo dos últimos anos.

Serviço: 7ª Pedalada pelo Fim da Violência Contra as Mulheres

Data: Domingo, 24 de março de 2019.

Horário: 9h

Local: Saída da Praça Santos Andrade, no centro de Curitiba.

deixe seu comentário

 
últimas notícias
10 de junho de 2019
  Escândalo: Dallagnol duvidava das provas contra Lula e de propina da Petrobras
7 de junho de 2019
  STF vota a favor de privatizar subsidiárias de estatais sem aval do Congresso
6 de junho de 2019
  Manifesto em Curitiba reúne pessoas em situação de rua, esse lugar de ninguém
5 de junho de 2019
  Senado aprova MP que dificulta o acesso do trabalhador ao benefício do INSS
3 de junho de 2019
  Novas tecnologias: fintechs e o emprego bancário
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos