Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 8 de julho de 2019 às 10:40:
Datafolha: Conduta de Moro é considerada inadequada por 58%

Para o mesmo percentual de participantes, decisões do ex-juiz devem ser revistas se comprovadas irregularidades apontadas na Vaza Jato
Divulgada hoje (6) mostra que a maioria dos entrevistados (58%) acredita a postura de Sergio Moro enquanto juiz federal foi inadequada na âmbito da operação Lava Jato. O mesmo percentual defende que as suas decisões sejam revistas caso as conversas divulgadas pelo Intercept Brasil sejam comprovadas.
Compartilhar:

MARCELO CAMARGO E FÁBIO R. POZZEBOM/ABR

Se confirmadas, as ordens de Moro a Dallagnol justificam a revisão das decisões da Lava Jato

 

Conforme o jornal Folha de S.Paulo, apenas 31% dos entrevistados que ouviram falar sobre as trocas de mensagens entre Moro e procuradores federais, entre eles Deltan Dallagnol, aprovam a conduta do atual ministro da Justiça e Segurança Pública do governo de Jair Bolsonaro (PSL). Não souberam opinar 11% deles.

As conversas que começaram a ser divulgadas em 8 de junho pela equipe de jornalistas conduzida por Glenn Greenwald, que ganhou o apoio de outros, como Reinaldo Azevedo, Monica Bergamo e mais recentemente da revista Veja, arranharam a imagem do ex-juiz que já foi chamado de “herói brasileiro”.

Sua aprovação caiu de 59% para 52% em relação à pesquisa mais recente, realizada em abril. Mesmo assim, 54% dos participantes acreditam que as denúncias não são ainda suficientes para que ele deixe o cargo. Os que defendem sua saída correspondem a 38%.

Para 54% de entrevistados – o mesmo percentual da pesquisa anterior – a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é justa . E 42% considera injusta. Em abril, a opinião foi expressa por 40%.

Consideram justa a prisão 51% da parcela mais rica, com rendimento acima de 10 salários mínimo.  Entre os mais pobres, o percentual é de 51%. Dos entrevistados nordestino, 56% condenam a prisão de Lula. E 63% dos sulistas a aprovam.

A pesquisa ouviu 2.086 pessoas com mais de 16 anos em 130 cidades brasileiras, nos dias 4 e 5 de julho. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

Para a presidenta do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann, do Paraná, a pesquisa reflete que a maior parte do povo quer um julgamento justo para o ex-presidente. “Lula quer julgamento justo, juiz imparcial e observância das leis. É o que também quer a maioria do povo, que reprova conversas com procuradores e acha que as decisões de Moro devem ser revistas. E ainda 51% dos mais pobres consideram injusta a prisão de Lula”, afirmou, por meio de seu perfil no Twitter.  Fonte: Rede Brasil Atual

deixe seu comentário

 
últimas notícias
5 de julho de 2019
  Reforma da Previdência é aprovada na madrugada e vai a plenário na próxima terça
4 de julho de 2019
  Sem capitalização, setor financeiro tenta incluir ‘securitização’ na reforma da Previdência
3 de julho de 2019
  Como a Frente Evangélica votará a Reforma da Previdência?
2 de julho de 2019
  Previdência: substitutivo aprofunda desconstitucionalização
28 de junho de 2019
  CUT e centrais intensificam luta contra reforma da Previdência nos próximos dias
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos