Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 10 de dezembro de 2018 às 11:18:
Diversidade, gênero, racismo e inclusão foram pautas de seminário promovido pela FETEC

A Fetec CUT PR realizou o 2º Seminário “Não precisa ser para sentir” nos dias 07 e 08 de dezembro em Londrina Paraná. O Seminário ocorreu na sede do Sindicato dos Bancários de Londrina e priorizou os temas da campanha “Não precisa Ser para Sentir” desenvolvida pela CONTRAF em 2017.

Para Vandira Martins de Oliveira, secretária da Mulher da FETEC-PR, a campanha “trata da inclusão de gênero, raça, orientação sexual e PCD no sistema financeiro e tem como objetivo debater e sensibilizar para que os bancos contratem independentemente das condições especificadas na campanha, com isso acabando com a discriminação e o assédio moral”.

De acordo com Elaine Cutis, secretaria da Mulher da CONTRAF, as dificuldades sentidas nas negociações motivaram a campanha  e é importante que o movimento sindical denuncie junto à sociedade, “Esses acontecimentos e denúncias de preconceito têm sido recorrentes e é importante informar a população. Trouxemos essa campanha para levar esse debate a sociedade e acabar com a cultura de ódio”.

Na abertura do seminário, além do pronunciamento das lideranças presentes, tivemos a palestra com a pesquisadora da UENP Caroline Helena dos Santos que falou sobre “Violência e gênero”, destacando o aumento da violência contra a mulher, especialmente as mulheres negras, LGBTTIs.

Na manhã de sábado, o representante estadual da CGROS – Comissão de Gênero, Raça e Orientação Sexual da Contraf, Neil Emídio Júnior, apresentou a palestra “PCD e políticas públicas de inclusão”. Neil falou sobre o momento atual e a importância de políticas públicas voltadas à inclusão, falou das dificuldades que passam desde os conceitos usados, que por sua vez acabam por reforçar as discriminações. Cita como exemplo o termo “Portador de Deficiência”, ninguém porta uma deficiência, a pessoa tem uma deficiência, sendo que hoje, 23,9% da população brasileira tem uma deficiência e quase a metade da população mundial tem uma deficiência ou convive com pessoa com deficiência. Também falou sobre a questão da acessibilidade que “depende da consciência social e da cobrança das autoridades que devem fiscalizar os prédios públicos e privados”.

Na sequência, tivemos a apresentação da palestra “Democracia e questões raciais”, com Ivaí Lopes Barroso, Secretário de Combate ao Racismo da FETEC-PR. Ivaí chamou a atenção para as raízes da humanidade, e demonstrou que a cultura ocidental tratou de esconder toda e qualquer manifestação de conhecimento e ciência desenvolvida por nossos ancestrais no solo africano. Para ele a cultura da identidade africana deve ser ensinada as crianças, pois se “naturalizou” a relação da pobreza e da miséria as nações africanas, quando na verdade a situação daquele continente, bem como as condições da população negra no Brasil, é herança da espoliação e da escravidão imposta pelos colonizadores brancos europeus.

O bancário e professor Luiz Gustavo Marques Ribeiro fez uma palestra sobre “Diversidade e ética”, chamando atenção para o respeito que todo ser humano merece. Luiz Gustavo desconstrói  termos usados comumente que associam a diversidade LGBTTIs à doença, tal como homossexualismo, quando deve ser homossexualidade, parceiro homossexual deve ser casal homoafetivo. Luiz Gustavo falou sobre a relação entre ética e moral, sendo que a ética é um valor universal fundamentado nos valores que orientam o comportamento humano em sociedade, enquanto a moral são os costumes, regras, tabus e convenções estabelecidas por cada sociedade.

Eliana Maria dos Santos, professora e doutora em Ciências Sociais, falou sobre “Feminismo e Diversidade”  que no momento atual vem sendo fortemente questionado por setores conservadores da sociedade, caracterizando o “backlasch” conjunto de reações para combater o feminismo e todas as conquistas do movimento nos últimos 50 anos.

O presidente da FETEC-PR, Junior Cesar Dias, encerrou o evento afirmando que cada tema deste seminário merece um momento próprio dado a relevância dos assuntos, agradeceu a acolhida e o empenho do Sindicato dos Bancários de Londrina, bem como das secretarias que organizaram a atividade.

 

deixe seu comentário

 
últimas notícias
23 de Maio de 2019
  O que é uma Startup?
22 de Maio de 2019
  Em meio à crise, quatro grandes bancos lucram R$ 20,85 bilhões
17 de Maio de 2019
  Financeiras: Patrões querem negociar trabalho aos finais de semana
14 de Maio de 2019
  Governo Bolsonaro acaba com normas de saúde e segurança que protegem trabalhador
14 de Maio de 2019
  Governo prepara armadilha para endividar idoso que tem casa própria
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos