Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 25 de Janeiro de 2018 às 10:26:
Doenças e acidentes do trabalho matam 3 mil por ano no Brasil

Confira a matéria da TVT sobre o lançamento do livro De que adoecem e morrem os trabalhadores na era dos monopólios 1889-2016

Esse livro é o segundo volume do mesmo título coordenado pelo Prof. Herval Pina Ribeiro e um grupo de acadêmicos e militantes sobre um dos assuntos mais relevantes para a Classe Trabalhadora: As sociopatias, produção, violência e Saúde Coletiva. O Prof. Herval, foi o fundador do DIESAT nos anos de 1980, e ativo médico que entre 1982 a 1985 ajudou a dar suporte a diversas lutas dos Químicos do ABC na área de saúde. O Sindicato dos Químicos e a CNRQ (Cut) apoiaram a edição do 1º volume, e agora a Fetquim deu apoio junto a outros sindicatos e a CUT para o lançamento desse 2º volume.

O Percurso desse livro é um verdadeiro suporte para a continuidade de nossas lutas pela Saúde. Trata dos transtornos coletivos de Saúde em geral e especificamente dos transtornos coletivos locomotores (Ler/Dort); Transtornos coletivos mentais, enfim de diversas causalidades que “está nas relações abusivas ou violenta de classe, produção e trabalho” (pág. 65).  Denuncia que de 1889 a 2016, portanto desde o advento da república de cúpula, em 127 anos de história mais de 80 anos foram ditaduras burguesas-militares armadas.  Atualmente atacam o Trabalho e os trabalhadores através da Deforma Trabalhista. Quando há mais degradação e concentração de renda (monopólios) mais os trabalhadores adoecem.

Todas as lutas desse período mostram que a luta política e sindical ajuda a civilizar a classe dominante dentro do capitalismo (pág. 109).  Em suas páginas descreve o problema da fome no Brasil, descreve o Trabalho, a Educação, a Seguridade Social e a Assistência Médica. Denuncia as várias sociopatias da produção manufatureira dando especial atenção aos operários químicos, farmacêuticos e petroquímicos entre outras importantes informações.  Vale à pena ler, refletir, discutir nos diversos espaços de formação do movimento sindical e do movimento social.

Notícia colhida no sítio http://cnq.org.br/noticias/doencas-e-acidentes-do-trabalho-matam-3-mil-por-ano-no-brasil-3f60/

deixe seu comentário

 
últimas notícias
6 de junho de 2019
  Manifesto em Curitiba reúne pessoas em situação de rua, esse lugar de ninguém
5 de junho de 2019
  Senado aprova MP que dificulta o acesso do trabalhador ao benefício do INSS
3 de junho de 2019
  Novas tecnologias: fintechs e o emprego bancário
31 de Maio de 2019
  Band TV recusa notificação questionando cobertura sobre Reforma da Previdência
31 de Maio de 2019
  Estudantes protagonizam defesa da educação ocupando as ruas de Curitiba
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos