Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 25 de Janeiro de 2018 às 10:26:
Doenças e acidentes do trabalho matam 3 mil por ano no Brasil

Confira a matéria da TVT sobre o lançamento do livro De que adoecem e morrem os trabalhadores na era dos monopólios 1889-2016

Esse livro é o segundo volume do mesmo título coordenado pelo Prof. Herval Pina Ribeiro e um grupo de acadêmicos e militantes sobre um dos assuntos mais relevantes para a Classe Trabalhadora: As sociopatias, produção, violência e Saúde Coletiva. O Prof. Herval, foi o fundador do DIESAT nos anos de 1980, e ativo médico que entre 1982 a 1985 ajudou a dar suporte a diversas lutas dos Químicos do ABC na área de saúde. O Sindicato dos Químicos e a CNRQ (Cut) apoiaram a edição do 1º volume, e agora a Fetquim deu apoio junto a outros sindicatos e a CUT para o lançamento desse 2º volume.

O Percurso desse livro é um verdadeiro suporte para a continuidade de nossas lutas pela Saúde. Trata dos transtornos coletivos de Saúde em geral e especificamente dos transtornos coletivos locomotores (Ler/Dort); Transtornos coletivos mentais, enfim de diversas causalidades que “está nas relações abusivas ou violenta de classe, produção e trabalho” (pág. 65).  Denuncia que de 1889 a 2016, portanto desde o advento da república de cúpula, em 127 anos de história mais de 80 anos foram ditaduras burguesas-militares armadas.  Atualmente atacam o Trabalho e os trabalhadores através da Deforma Trabalhista. Quando há mais degradação e concentração de renda (monopólios) mais os trabalhadores adoecem.

Todas as lutas desse período mostram que a luta política e sindical ajuda a civilizar a classe dominante dentro do capitalismo (pág. 109).  Em suas páginas descreve o problema da fome no Brasil, descreve o Trabalho, a Educação, a Seguridade Social e a Assistência Médica. Denuncia as várias sociopatias da produção manufatureira dando especial atenção aos operários químicos, farmacêuticos e petroquímicos entre outras importantes informações.  Vale à pena ler, refletir, discutir nos diversos espaços de formação do movimento sindical e do movimento social.

Notícia colhida no sítio http://cnq.org.br/noticias/doencas-e-acidentes-do-trabalho-matam-3-mil-por-ano-no-brasil-3f60/

deixe seu comentário

 
últimas notícias
15 de Março de 2019
  Ação contra MP dos sindicatos vai ao plenário do STF
15 de Março de 2019
  22 de março é dia de ir às ruas para lutar pela aposentadoria
13 de Março de 2019
  Manifesto contra a Reforma da Previdência (PEC 06/2019)
11 de Março de 2019
  Com governo em queda, Bolsonaro espalha fake news para agredir jornalista
8 de Março de 2019
  Dieese: as mulheres, outra vez, na mira da reforma da Previdência
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos