A eleição para a nova diretoria da Associação Brasil (AB) será neste sábado, 16 de outubro, de forma presencial, na sede da AB em Curitiba (PR), das 9h às 14h. Portanto, esta é a última semana para que os associados de todo o Brasil, por meio de procuração, autorizem seu sindicato a representá-los e votar por eles. O prazo final para isso é até o final da sexta-feira (15).

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro indica o voto na Chapa 1 – AB de Portas Abertas, que faz oposição à atual diretoria (Chapa 2) e sua gestão de desmonte ao patrimônio da AB. “A Associação Brasil, segundo a própria diretoria, tem um patrimônio de R$ 100 milhões. Mas, essa mesma diretoria tem se encarregado de dilapidar esse patrimônio: já venderam 11 clubes pelo Brasil, e se continuarem à frente da entidade venderão mais. Nós, da Chapa 1, queremos impedir esse desmonte, valorizando os 9 clubes restantes e gerindo a associação com transparência e democracia. Princípios que faltam à atual gestão”, destacou o dirigente sindical da Federação dos Bancários da CUT do Estado de São Paulo (Fetec-CUT/SP), Luciano Ramos, um dos três nomes da Chapa 1 que concorre ao conselho fiscal da AB (veja aqui a composição completa da chapa).

Segundo Luciano, o mais recente exemplo do autoritarismo da atual diretoria foi a decisão pelo voto presencial. “A Associação Brasil, como o próprio nome revela, é uma entidade que tem sócios em todo o país. Portanto, uma votação on-line seria muito mais representativa, porque possibilitaria a participação de todos, e muito mais segura em época de pandemia. Infelizmente, fomos vencidos nessa disputa e os diretores conseguiram impor a votação presencial, que é uma manobra deles para se continuarem à frente da AB, já que todos os seus integrantes são de Curitiba. Mas não vão conseguir! Já temos conosco diversas procurações de sócios de São Paulo e nesta última semana conseguiremos mais”, afirmou Luciano.

Ele reforça que a procuração é estritamente para o fim de votar nessa eleição e que o Sindicato dos Bancários de São Paulo e a Fetec-CUT/SP providenciam tudo. “Podemos ir até o associado, levando o modelo para que ele assine e providenciando inclusive o reconhecimento da firma. Ou seja, o sócio não terá trabalho nenhum e ainda estará contribuindo para o fortalecimento e a manutenção de um patrimônio que é dele e de cerca de 5 mil sócios em todo o país.”

Antidemocráticos

Todos os candidatos da chapa 2 são homens, brancos, moradores de Curitiba e a quase totalidade deles é de aposentados. “Não há uma única mulher na chapa 2”, observou Luciano Ramos.

“A Chapa 1 – AB de Portas Abertas, ao contrário, é plural e representativa. Tem homens e mulheres, membros da ativa e aposentado, e sócios e sócias de todas as regiões do país. Nossa formação é democrática, nós somos a cara da Associação Brasil, uma entidade nacional. Diferente da chapa concorrente que só tem homens, quase todos aposentados e todos da região de Curitiba”, ressaltou o dirigente.

Histórico

A Associação Brasil foi fundada em 1955 e, hoje, está presente em todo o país, com 9 clubes de lazer que atendem seus sócios: em Cotia (SP), Niterói (RJ), praia de Iracema na Bahia, em Brasília, em Campo Grande (MT), Porto Alegre (RS), em Cascavel e Curitiba (PR).

A entidade proporciona lazer e qualidade de vida a seus cerca de 5 mil associados no país, dos quais 600 no estado de São Paulo. A maioria deles são bancários, da ativa e aposentados, do Bradesco, e oriundos do Bamerindus, comprado pelo HSBC, que, por sua vez, foi incorporado pelo Bradesco.

Fonte: Contraf-CUT

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br