Hoje(24), acontece paralisações em 22  agências do Bradesco no Paraná. 

O Banco lucra, todo mês, próximo de 1 bilhão e 600 milhões.

Demitiu nos últimos meses 23 mil pais e mães de família.

O que justifica tanta ganância?

O que justifica tanta desumanidade para tantas pessoas que após anos e anos de dedicação são descartadas?

Os Sindicatos dos Bancári@s juntamente com a Fetec Pr (Federação dos Bancários da CUT) querem imediatamente debater essa situação com o Bradesco.

Menos funcionários se transformam em mais assédio moral, mais adoecimento e mais desrespeito ao cliente.

Pesquisa com os funcionários do Bradesco revelou que 92% dos funcionários afirmam ter observado reflexos negativos em suas vidas. Problemas familiares, problemas com saúde física e mental, problemas psicológicos e insônia. Tudo isso motivado por práticas abusivas na gestão em busca do lucro infinito.

Por outro lado, os clientes pagam 400% de juro no cartão aos bancos e recebem 8,3% ao ano com rendimento da poupança.

Chega de tanta insensibilidade.

C

Bradesco

Curitiba:

Campo Mourão

 

 

Paranavaí

Londrina

Toledo

 

Quedas do Iguaçu

Umuarama

 

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br