Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br
 
 
publicado em 14 de setembro de 2018 às 11:25:
Ex-premiê italiano: juristas europeus veem prisão de Lula como ‘monstruosidade’

Afirmação foi feita pelo ex-primeiro-ministro Massimo D’Alema, depois de visita na sede da PF em Curitiba. Já para representante do México, ex-presidente mantém espírito combativo ‘de sempre’
por Redação RBA publicado 13/09/2018 18h55, última modificação 14/09/2018 08h29
MAURO CALOVE
massimo e cardenas.jpg

D´Alema e Cárdenas: Lula mantém o espírito, a coragem, a visão e a mesma vontade de servir ao povo brasileiro

São Paulo – Em visita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na sede da Polícia Federal, em Curitiba, na tarde desta quinta-feira (13), o ex-primeiro-ministro da Itália Massimo D’Alema afirmou que os juristas europeus consideram sua prisão uma monstruosidade jurídica. “A repercussão da prisão na Europa não chegou a atingir a imagem de Lula. Os juristas europeus constataram que a condenação veio em um processo em que não foram garantidos os direitos dele e não existem provas que o incriminam. Condenar Lula a 12 anos é uma monstruosidade, esse é o pensamento dos juristas europeus”, afirmou à imprensa ao deixar a Superintendência da PF.

“Encontrei Lula muitas vezes na minha vida e nunca imaginei encontrá-lo como prisioneiro. Em todos os encontros, aqui e no Planalto, ele mantém o mesmo espírito, a mesma coragem, a mesma visão, e a mesma vontade de servir ao povo brasileiro. E apesar da injustiça que sofreu, ele é um homem sereno que continuará a ser muito precioso para este país, depois de ter sido o melhor presidente que o Brasil já teve”, afirmou ainda o representante da Itália.

“Eu acho que também é isso que explica a solidariedade que o povo tem para com Lula e que há em todo o mundo, mesmo em ambientes que não são de esquerda, pelo que ele soube merecer. Então, surge como revolta a crueldade a que ele está sendo submetido”, destacou D’Alema.

Já o ex-governador do Distrito Federal do México Cuauhtémoc Cárdenas Solórzano, que também participou da visita, disse que encontrou Lula com “o mesmo espírito combativo de sempre”. Segundo ele, a situação do ex-presidente é de plena injustiça. “Temos confiança que a luta dele é também uma luta do povo brasileiro contra as injustiças que estão cometendo”, declarou. Fonte Rede Brasil Atual

deixe seu comentário

 
últimas notícias
19 de setembro de 2018
  Financiários garantem proposta de aumento real da Fenacrefi
12 de setembro de 2018
  Financiários retomam negociações com Fenacrefi na terça-feira (18)
12 de setembro de 2018
  Privatização da Eletrobras avança e presidente anuncia novo plano de demissão
12 de setembro de 2018
  PT anuncia Haddad como candidato a presidente após justiça impugnar Lula
11 de setembro de 2018
  Beto Richa (PSDB) e parentes são presos pelo Gaeco
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
WebmaniaBR® - Ideias em códigos