Líder da Minoria na Câmara reafirma que Temer está longe de conseguir os 308 votos necessários para aprovar o pacote em primeiro turno 
guimaraes_foto_abr.jpg
(Foto ABr)
Jornal GGN – O deputado e líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE) disse nesta segunda-feira (05) que o governo Temer está bem longe de alcançar os 308 votos que precisa para passar a reforma da Previdência em primeiro turno na Casa.
“Temos trabalhado com as lideranças, com as dissidências… posso assegurar para o país que o governo não tem sequer 250 votos”, disse o parlamentar a jornalistas hoje, antes da abertura dos trabalhos no legislativo, segundo informações da Reuters, completando que sua ponderação “não é bravata”.
De fato, a avaliação do petista faz sentido, segundo informações divulgadas hoje pelos jornais, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) estuda deixar a pauta da reforma para 2019, em princípio insatisfeito com declarações do presidente Temer de “ter feito sua parte” para que a reforma avançasse no Congresso – como se Maia estivesse ali a passeio.
Mas o que tem pesado, absolutamente, é a falta de segurança para a votação. O período próximo das eleições, preocupa os parlamentares que não querem ter a imagem atingida pelas mudanças no INSS defendidas pelo Planalto.
Ainda, segundo a Reuters, Guimarães prometeu que a Minoria da Câmara fará o que for possível para obstruir as votações na Casa até que a PEC seja definitivamente engavetada. Centrais sindicais planejam realizar um ato contra a reforma nesta terça-feira e uma mobilização nacional no dia 19 de fevereiro, data prevista para a votação.
O Painel da Folha publicou hoje que a “nova Previdência” foi dada como morta em um almoço realizado na semana passada entre Maia e os líderes do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e no Congresso, André Moura (PSC-SE).
Sem poder contar com o dinheiro que a reforma poderia proporcionar para o caixa da União ainda em 2018, o governo deverá correr agora para encaminhar as privatizações da Eletrobras e Embraer.
Notícia colhida no sítio https://jornalggn.com.br/noticia/governo-nao-tem-sequer-250-votos-para-aprovar-previdencia-afirma-jose-guimaraes

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br