Os servidores públicos foram surpreendidos na manhã da última sexta-feira (17) quando constataram a cobrança de tarifas sobre prestação de serviços em suas contas bancárias administradas pelo Banco
do Brasil. Os descontos variaram de R$ 12,00 a R$ 24,00, valor que deixou muitas contas no negativo e servidores indignados, conforme informou o presidente do Sindi-Seab, Roberto Carlos Prazeres de Andrade Silva. Conforme cálculos feitos por Silva, somente com a cobrança de tarifas das contas de 207 mil servidores do governo do Estado, o BB arrecadou num só dia R$ 3,6 milhões. “E
esse desconto refere-se apenas aos servidores
do Executivo”, frisou. O sindicato está exigindo o estorno dos descontos das tarifas bancárias em todas as contas correntes, já que o servidor não teve opção na escolha do banco para o
recebimento de seus salários.


NOTÍCIA COLHIDA NO SÍTIO: www.documentoreservado.com.br

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br