O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários, Financiários e Empresas do Ramo Financeiro de Curitiba e Região se solidariza com familiares da bancária da Caixa, agência Capão Raso, em Curitiba, que foi morta com tiro na cabeça nesta segunda-feira, 28 de dezembro. A bolsa da trabalhadora foi levada e por esse motivo a linha investigativa divulgada pela polícia é de latrocínio, roubo seguido de morte, mas ainda não foi descartada a possibilidade de feminicídio.

De acordo com informações publicadas pelo site Banda B, mesmo sem reagir, após entregar a bolsa a bancária foi alvejada e o assaltante foi morto pela polícia após entrar em confronto na tentativa de fuga.

O Sindicato acompanha as investigações e apurou que como a ocorrência foi na área externa do banco e não se considera a relação com a Caixa, a investigação não está sendo conduzida pela polícia federal.

O movimento sindical bancário lembra que atua constantemente pelas condições de trabalho e segurança dos trabalhadores de instituições financeiras, que estão permanentemente em risco pelo acesso a valores financeiros, assim como clientes, e que é papel de toda sociedade atuar por políticas públicas no país. O Sindicato lamenta, ainda, a escalada de violência contra mulheres, potenciais vítimas de uma estrutura historicamente patriarcal.

A entidade informa, ainda, que a agência Capão Raso da Caixa permanecerá fechada nesta semana.

Fonte: SEEB Curitiba

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br