A Caixa divulgou no início da semana o resultado das frequentes cobranças da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa) e das entidades representativas. O vice-presidente de Rede de Varejo (Vired), Paulo Henrique Ângelo Souza, em live nesta segunda-feira (1), anunciou a redução das metas atribuídas às agências, dotação orçamentária para pagamento de horas extras e o reforço nas medidas de prevenção à Covid-19.

A redução das metas é demanda frequente entre os empregados, após reiterados aumentos nos objetivos do Conquiste. Muitos têm relatado sobrecarga de trabalho e adoecimento em decorrência das metas desumanas aplicadas pela Caixa.

A coordenadora da CEE/Caixa e secretária da Cultura da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Fabiana Uehara Proscholdt, classificou como um avanço a medida tomada pela Caixa e fez ressalvas. “Num momento que o foco tem que ser o atendimento à população, o foco tem que ser viabilizar o atendimento à população com segurança sanitária, é surreal colocar metas desumanas. E o assédio para cumprimento dessas metas só adoecem ainda mais o colega.  Houve avanços, mas precisamos que os colegas sejam de fato valorizados e respeitados”, afirmou.

Além das metas de itens que compõem o Conquiste, também foi debatido as mudanças em processos, aumento na dotação orçamentária de horas extras e o reforço nas orientações de proteção à Covid-19. Segundo explicou o membro da CEE/Caixa, Leonardo Quadros, foram apresentadas mais de 60 alterações. “Foi positivo o anúncio da redução das metas e de suplementação de horas extras, mas ressaltamos que é necessário que os protocolos de proteção devem ser aprimorados”, acrescentou Quadros.

Fonte: Contraf-CUT

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br