O movimento sindical bancário tem recebido denúncias de mais uma medida desumana da direção da Caixa em plena pandemia: funcionários foram convocados para prestar atendimento em agências bancárias até 21h de 28 a 30 de dezembro.

“Os bancários da Caixa já estão trabalhando sábado, domingo, atendendo desde as 8h da manhã e não aguentam mais as medidas desumanas e metas absurdas, de responsabilidade do presidente da Caixa, Pedro Guimarães”, afirma Antonio Fermino, presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários, Financiários e Empresas do Ramo Financeiro de Curitiba e Região, que também é empregado da Caixa.

Conforme denuncia da FENAE, as agências da Caixa abrem às 8 horas, portanto os empregados que chegam por volta das 7h30 e trabalharão até 21 horas extrapolam o que define o artigo 66 da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) sobre o intervalo interjornada: “entre duas jornadas de trabalho haverá um período mínimo de 11 horas consecutivas para descanso” e excede o limite de duas horas extras diárias previstas na legislação e reúne empregados de diversas agências em um mesmo local, ampliando a possibilidade de contágio por COVID.

Em Curitiba, o Sindicato foi notificado que a abertura ampliada está ocorrendo em ao menos três agências bancárias.

Fonte: SEEB Curitiba

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br