O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários, Financiários e Empresas do Ramo Financeiro de Curitiba e região, juntamente com a Contraf-CUT, disponibilizam um manifesto dos diretores da Associação Brasil (AB) ligados ao movimento sindical contra o fim da entidade. Para eles, o fim da AB é o objetivo da nova gestão “ao vender o seu patrimônio a preço de banana”. Os diretores ligados ao movimento sindical reivindicam uma assembleia para decidir sobre a venda desses imóveis. De acordo com o próprio Estatuto da AB, “compete à Assembleia Geral Extraordinária (AGE) autorizar, mediante proposta do Conselho de Administração, a alienação de bens imóveis (Art. 64, parágrafo único, III).”

Os diretores apontam ainda que a Comissão de Vendas, composta por todos os conselheiros do Conselho Administrativo e do Conselho Fiscal, não vem sendo convocada já há algum tempo e não apreciou a matéria referente a essas propostas de compra. “O acompanhamento por parte da Comissão de Vendas é importante também, mas não apenas, em virtude dos valores propostos para venda, que se afiguram bastante reduzidos em comparação com avaliações anteriormente realizadas desses mesmos imóveis. Nós temos que ter cuidado e cautela para se evitar que este Conselho de Administração seja acusado de dilapidação de patrimônio da Associação Brasil”, diz o comunicado.

Dos 16 membros da direção atual da Associação Brasil, seis são ligados ao movimento sindical: Sergio Nunes e Liliane Fiuza (SP), Geraldo Rodrigues (MG), Rubens Branquinho (RJ) e Jorge Ferreira e Valdir Lau (PR).

Confira aqui a íntegra do manifesto. 

Fonte: Seeb Curitiba

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br