Foto: Reprodução

Atenção bancários do Banco do Brasil! A orientação do Sindicato para os trabalhadores em home office que foram convocados para retorno ao trabalho na próxima segunda-feira, 27 de julho, é que entrem em contato com a Gestão de Pessoas (Gepes) para reportar suas particularidades, como coabitação com grupo de risco ou crianças com aulas suspensas.

Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira, 24 de julho, entre representantes do Sindicato e Fetec-CUT-PR e das Superintendências da Alta Renda e do Varejo, Gepes, Sesmt e CRBB, a direção do banco alegou “mal entendido” sobre a convocação de trabalhadores em home office pelos seus gestores e afirmou que irá avaliar os casos para manutenção do isolamento e flexibilização do retorno ao trabalho presencial.

Muitos bancários foram surpreendidos pela convocação, que não considera as especificidades do avanço da pandemia nas cidades e estados. A determinação, que foi repassada pelos gestores aos trabalhadores em home office, também  não considera os casos em que o bancário coabita com pessoas do grupo de risco ou com crianças em idade escolar e não podem voltar ao trabalho presencial. Por isso, o Sindicato e a Fetec-CUT-PR solicitaram reunião de emergência com os representantes regionais do banco.

“Os representantes que ora exercem cargo de comando no Paraná, subordinados à gestão do nomeado de Paulo Guedes, Rubens Novaes, parecem querer reproduzir entre os bancários do BB a mesma política genocida de Bolsonaro. A prática de desvalorização da vida nunca foi tão cruel e tão explícita!”, crítica o dirigente sindical, Pablo Diaz.

“Nosso pedido de reunião foi justamente para fazer com que o bom senso volte a prevalecer. Os funcionários convocados devem contatar seus gestores e expor sua impossibilidade ao trabalho presencial e o banco se compromete a avaliar e manter em home office ou utilizar outras alternativas acordadas. A segurança, saúde e vida dos familiares devem ser levadas em conta. O banco afirma que houve mal entendido por parte de alguns gestores e se compromete a reorientar em todo o Paraná”, afirma Ana Smolka, representante do Paraná nas negociações com o BB.

Texto: Seeb Curitiba

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br