[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 10:46 Sem categoria

Bancárias participaram do 7º Encontro sobre a Mulher Trabalhadora

(São Paulo) No último final de semana em Brasília foi realizado o 7º Encontro Nacional sobre a Mulher Trabalhadora promovido pela Secretaria Nacional das Mulheres Trabalhadoras, SNMT-CUT e as bancárias foram participantes ativas do evento. Trabalhadoras do sistema financeiro de diversas partes do país, em conjunto com outras categorias, refletiram sobre os problemas políticos sob a ótica do gênero e discutiu o posicionamento das mulheres do movimento sindical cutista para o Congresso da Central.

Representaram a CNB/CUT no evento as diretoras da Confederação Deise Recoaro (Formação), Neide Fonseca (Políticas Sociais) e as do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Ivone Maria da Silva e Tânia Teixeira Balbino.

A diretora do Seeb São Paulo, Ivone Silva, avalia que o encontro cumpriu os objetivos estabelecidos. “Foram várias mesas que abordaram temas de interesse, de forma muito interessante, o que tornou o evento muito produtivo”.

Ela lembra que as bancárias tiveram destaque na apresentação da socióloga Laís Abramo, da OIT, que lançou o caderno GRPE – Programa de Fortalecimento Institucional para Igualdade de Gênero e Raça, Erradicação da Pobreza e Geração de Emprego, que trata de vários temas, mas neste primeiro número aborda a negociação coletiva e igualdade de gênero na América Latina. A publicação compara as cláusulas dos acordos de diversas categorias. Os bancários são citados como uma das categorias com maiores avanços.

Com base no estudo do Dieese produzido para a CNB – Os rostos dos bancários – que trata da igualdade de gênero, ela destacou a experiência de negociação do setor bancário, que no Brasil tem caráter nacional e que garantiu cláusulas importantes na Convenção, como a mesa temática de igualdade.

Ivone destacou ainda os avanços nas políticas públicas pela igualdade de gênero neste governo, como a criação da Seppir – Secretaria Especial para Promoção da Igualdade Racial e a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres.

Em breve a CNB/CUT irá disponibilizar os relatores dos debates e diretrizes traçadas no Encontro para próximo período.

Meire Bicudo – CNB/CUT.

Por 10:46 Notícias

Bancárias participaram do 7º Encontro sobre a Mulher Trabalhadora

(São Paulo) No último final de semana em Brasília foi realizado o 7º Encontro Nacional sobre a Mulher Trabalhadora promovido pela Secretaria Nacional das Mulheres Trabalhadoras, SNMT-CUT e as bancárias foram participantes ativas do evento. Trabalhadoras do sistema financeiro de diversas partes do país, em conjunto com outras categorias, refletiram sobre os problemas políticos sob a ótica do gênero e discutiu o posicionamento das mulheres do movimento sindical cutista para o Congresso da Central.
Representaram a CNB/CUT no evento as diretoras da Confederação Deise Recoaro (Formação), Neide Fonseca (Políticas Sociais) e as do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Ivone Maria da Silva e Tânia Teixeira Balbino.
A diretora do Seeb São Paulo, Ivone Silva, avalia que o encontro cumpriu os objetivos estabelecidos. “Foram várias mesas que abordaram temas de interesse, de forma muito interessante, o que tornou o evento muito produtivo”.
Ela lembra que as bancárias tiveram destaque na apresentação da socióloga Laís Abramo, da OIT, que lançou o caderno GRPE – Programa de Fortalecimento Institucional para Igualdade de Gênero e Raça, Erradicação da Pobreza e Geração de Emprego, que trata de vários temas, mas neste primeiro número aborda a negociação coletiva e igualdade de gênero na América Latina. A publicação compara as cláusulas dos acordos de diversas categorias. Os bancários são citados como uma das categorias com maiores avanços.
Com base no estudo do Dieese produzido para a CNB – Os rostos dos bancários – que trata da igualdade de gênero, ela destacou a experiência de negociação do setor bancário, que no Brasil tem caráter nacional e que garantiu cláusulas importantes na Convenção, como a mesa temática de igualdade.
Ivone destacou ainda os avanços nas políticas públicas pela igualdade de gênero neste governo, como a criação da Seppir – Secretaria Especial para Promoção da Igualdade Racial e a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres.
Em breve a CNB/CUT irá disponibilizar os relatores dos debates e diretrizes traçadas no Encontro para próximo período.
Meire Bicudo – CNB/CUT.

Close