[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 10:47 Sem categoria

Contra e fenaban assinam acordo 11/10/07

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE GUARAPUAVA E REGIÃO FETEC/CUT.
Informativo do dia 10/10/07 – www.bancários.com e clique guarapuava – [email protected]

Bancários e Fenaban assinam a Convenção Coletiva nesta quinta 11/10, na Contraf.

Reajuste de 6% sobre salários e benefícios (para inflação de 4,82%), incorporação da 13ª. Cesta-alimentação na Convenção Coletiva e melhora na PLR são alguns dos pontos

Entre os principais pontos estão reajuste de salários e benefícios com aumento real (6% contra inflação de 4,82% no período), pagamento da 13ª. Cesta-Alimentação no valor de R$ 252,36, incorporada a partir de agora na Convenção Coletiva Nacional, e melhora na Participação nos Lucros e Resultados.

No caso da PLR, a regra básica seria de 80% dos salários mais R$ 878, com parcela adicional de 8% da variação do lucro líquido do banco entre 2006 e 2007. Para os bancos em que o lucro aumentou mais de 15%, houve crescimento de 20% nos valores em relação ao ano passado, com a garantia de pagamento mínimo de R$ 1.200 e máximo de R$ 1.800 (veja proposta na íntegra abaixo).

A proposta também prevê que os dias parados até 1º de outubro não sejam descontados nem compensados.

O pagamento da primeira parcela da PLR aconteceria em 10 dias da assinatura. As diferenças salariais e sobre os benefícios serão pagas na folha de novembro, conforme acordado.

Entenda a proposta de Participação nos Lucros e Resultados

Regra básica
80% do salário, mais valor fixo de R$ 878 (teto de R$ 5.826)
Caso o valor distribuído com a PLR não atinja 5% do lucro líquido, os bancos devem majorar o benefício até chegar a dois salários ou o teto de R$ 11.652

Parcela adicional
8% da variação do lucro líquido de 2006 para 2007 dividido pelo número de empregados (teto de R$ 1.800)

Parcela adicional mínima
Quando a variação do lucro líquido de 2007 para 2006 for maior que 15%, os bancos pagarão no mínimo R$ 1.200

Forma de pagamento
Os bancos se comprometem a pagar metade da regra básica e da parcela adicional em até dez dias após a assinatura do acordo. Na regra básica, a antecipação será de 40% do salário, mais R$ 439, limitados a 15% do lucro líquido do primeiro semestre. A parcela adicional antecipada será de 8% da variação do lucro líquido do primeiro semestre de 2006 para o mesmo período de 2007, com teto de R$ 900. A parcela adicional mínima será de R$ 600, quando a variação do lucro líquido for maior que 15%.

A outra metade será paga até 2 de março de 2008, com o fechamento dos balanços de 2007.

Seeb/Guarapuava/Pr

Alcione
coordenador

Close