[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 22:06 Sem categoria

SEJA PREVENIDO e COMBATA A DENGUE

Leia sobre este assunto e previna-se, pois com medidas simples você pode combater a dengue:

  • Não deixe água acumulada sobre a laje.
  • Manter o saco de lixo bem fechado e fora do alcance dos animais até o recolhimento pelo serviço de limpeza urbana
  • Manter a caixa d’agua completamente fechada para impedir que vire criadouro do mosquito.
  • Manter bem tampados tonéis e barris d’água.
  • Encher de areia até a borda os pratinhos dos vasos de planta.
  • Lavar semanalmente por dentro, com escova e sabão, os tanques utilizados para armazenar água.
  • Se você não colocou areia e acumulou água no pratinho de planta, lavá-lo com escova, aguá e sabão. Fazer isso uma vez por semana.
  • Remover folhas e galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.
  • Jogar no lixo todo objeto que possa acumular água, como embalagens usadas, potes, latas, copos, garrafas vazias e etc.
  • Se você tiver vasos de plantas aquáticas, trocar a água e lavar o vaso principalmente por dentro com escova, água e sabão pelo menos uma vez por semana.
  • Colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira bem fechada. Não jogue lixo em terrenos baldios.
  • Lavar principalmente por dentro, com escova e sabão, os utensílios usados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes, baldes, etc.

Fique alerta aos sintomas da dengue:

  • Febre alta
  • Dor de cabeça
  • Dor atrás dos olhos
  • Dor no corpo e nas juntas
  • Manchas vermelhas no corpo

Procure uma Unidade de Saúde. Você pode estar com dengue.

Se você já tem o diagnóstico de dengue e apresenta um ou mais dos sintomas abaixo:

  • Dores abdominais
  • Vômitos
  • Qualquer tipo de sangramento

Retorne imediatamente à Unidade de Saúde. Você pode estar evoluindo para forma grave da dengue.

Não perca tempo, a forma grave da dengue pode matar!

Tratamentos

Ao ser observado o primeiro sintoma da dengue, deve-se buscar orientação médica no serviço de saúde mais próximo. Só depois de consultar um médico, alguns cuidados devem ser tomados, como:

  • Manter-se em repouso.
  • Beber muito líquido (inclusive soro caseiro).
  • E só usar medicamentos prescritos pelo médico para aliviar as dores e a febre.

A reidratação oral é uma medida importante e deve ser realizada durante todo o período de duração da doença e, principalmente, da febre. O tratamento da dengue é de suporte, ou seja, alívio dos sintomas, reposição de líquidos perdidos e manutenção da atividade sanguínea.

Atenção

Em caso de suspeita de dengue, sempre procurar, o mais rápido possível, o serviço de saúde mais próximo. Todo tratamento só deve ser feito sob orientação médica.

INFORMAÇÕES COLHIDAS NO SÍTIO http://www.combatadengue.com.br

=====================================

Atendentes da Sanepar ajudam no combate à dengue em Londrina – 10/02/2011 17:50

Os atendentes comerciais da Sanepar de Londrina estão sendo treinados para receber denúncias, orientar sobre medidas de combate à dengue e identificar focos de proliferação do mosquito transmissor aedes aegypti. A cidade confirmou 275 casos de dengue e registrou 1.776 suspeitos. A parceria com a prefeitura prevê mutirões aos sábados para eliminar possíveis focos e trabalhar na prevenção da doença nos diversos bairros.

Em reunião com cerca de 80 representantes de entidades de diversos setores e membros da sociedade civil, o prefeito Barbosa Neto disse que a situação da cidade é grave e que conta com a colaboração de todos. “Estamos conclamando a população de Londrina para que nos auxilie. Acreditamos na mudança de comportamento”, destacou.

O gerente regional da Sanepar em Londrina-Cambé, Oscar Fernandes, disse que os agentes comerciais irão atuar pelo telefone de atendimento ao cliente, número 115, e nos dois escritórios de atendimento personalizado, um na Avenida Higienópolis, região Central, e o outro na Avenida Saul Elkind, nos Cinco Conjuntos, região Norte.

“A pedido da prefeitura, trabalharemos na conscientização da população com a distribuição de folhetos e na busca de focos do mosquito nos imóveis, durante a leitura do hidrômetro. Nosso pessoal está sendo preparado para prestar todo tipo de esclarecimento sobre a dengue”, afirmou.

Aos sábados, 40 leituristas vão visitar residências para orientar os moradores sobre o combate à dengue. Além disto, a fatura dos serviços da Sanepar vai conter uma mensagem de alerta: “Elimine o foco, antes que a dengue pegue você”.

TRABALHO INTERNO – Empregados dos setores administrativo e operacional da Sanepar em Londrina foram orientados sobre as diferentes maneiras de combater a dengue.

Nas vistorias de rotina nas unidades dos sistemas de abastecimento de água e tratamento de esgoto, operadores estão capacitados para eliminar possíveis focos do mosquito. “É um período em que aumentam os cuidados”, alerta o gerente industrial da Regional Londrina, Roberto Arai.

Técnicos da Secretaria Municipal de Saúde farão palestra sobre a dengue no dia 25 para empregados de todas unidades sediadas em Londrina. “É uma forma de estimular a participação de todos e de conscientizá-los sobre os riscos a que estão expostos, mesmo dentro das suas casas”, analisou.

=====================================

Cidades se mobilizam para combater a dengue – 08/02/2011 15:10

Mutirões de conscientização e limpeza são realizados, nesta semana, na 20.ª Regional de Saúde de Toledo, oeste do Estado, para combater a dengue. Maripá e Palotina são os primeiros a participar das ações de mobilização, que envolve municípios, Estado e sociedade. No ano passado, 889 casos foram confirmados na regional.

A partir desta terça-feira (9), moradores de Palotina participam da ação que tem o apoio da regional. No sábado (5), mais de 150 pessoas participaram do mutirão contra a doença em Maripá. “Combater a dengue também é exercício de cidadania. Não deixar água parada em casa protege a família e vizinhos. Dengue é um problema sério e que podemos evitar com medidas simples”, afirma o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto.

Em Palotina, as secretarias municipais da Saúde e de Obras atuarão em conjunto com a Regional da Saúde para grande operação de limpeza. De acordo com a programação, o mutirão se estende até 11 de março e passará pelos 16 bairros do município. “Além do trabalho de orientação, o mutirão contará com equipes para limpeza de terrenos baldios, desobstrução de bueiros e adequação de locais que possam reter água da chuva, como troncos de árvores e lixeiras”, explicou o coordenador de combate à dengue na regional de Toledo, Alberto de Jesus Fernandes.

No ano passado, os comitês de combate à dengue, empresarial e educacional de Palotina se reuniram para formar a primeira Associação de Combate à Dengue do Estado. A associação foi criada para reforçar o trabalho preventivo, promover ações de conscientização da população e facilitar o repasse de recursos municipais a estas instituições para ações contra a doença

.

MARIPÁ – Agentes municipais de endemias, profissionais de saúde e voluntários percorreram, sábado (5), os bairros de Maripá e um distrito rural explicando aos moradores os cuidados para evitar que o mosquito transmissor da dengue se prolifere. Além da distribuição de material informativo, o grupo destruiu criadouros do inseto. Mais de 1.300 imóveis foram visitados.

De acordo com o último informe sobre a doença, Maripá é o único município da regional de Toledo que apresenta caso de dengue este ano, embora tenha sido apenas um paciente. “A preocupação é com os 18 municípios que compõem a regional. No ano passado, 889 casos foram confirmados e é importante que todas as esferas da sociedade se mobilizem para evitar que casos graves sejam registrados”, disse o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz.

Box:

Cronograma do mutirão em Palotina

09/02 – bairro União

10 e 11/02 – Dallas

14/02 – Jardim Itália

14/02 – Morada do Sol

15/02 – Osvaldo Cruz

16/02 – Interlagos

17/02 – Jequitiba

17 e 18/02 – Pioneiro

21/02 – Imigrante

21 e 22/02 – Jardim Social

23 e 24/02 – Bela Vista

25/02 – Pôr do Sol

28 e 01/03 – Vo Konrad

02/03 – Cohapar

03/03 e 04/03 – S. Terezinha

09/03 a 11/03 – centro
NOTÍCIAS COLHIDAS NO SÍTIO www.aenoticias.pr.gov.br.
===========================

Paraná confirma 582 casos de dengue; Londrina tem cenário mais grave

Brasília – Novo balanço divulgado pela Secretaria de Saúde do Paraná revela que o estado já registrou 582 casos de dengue. O último levantamento apontava 390 pessoas infectadas pela doença.

A cidade de Londrina, que já decretou estado de emergência em razão da dengue, registra a maioria dos casos – 275 no total. Um dos pacientes chegou a apresentar a forma mais grave da doença: a febre hemorrágica.

Ao todo, 165 municípios paranaenses têm notificações de dengue. Foram confirmados casos em pelo menos 32 deles. Há ainda suspeita de mortes em Londrina, mas nenhuma foi confirmada pela secretaria até o momento.

Por Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil. Edição: Lílian Beraldo. 07/02/2011

NOTÍCIA COLHIDA NO SÍTIO www.agenciabrasil.gov.br.

Close