[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 09:38 Sem categoria

Banco Santander fecha uma agência de Arapongas e estrangula o atendimento de outra

Banco fecha uma agência de Arapongas e estrangula o atendimento de outra

O prédio é pequeno demais para dar conta da enorme demanda da agência
Domingo, 09 de Fevereiro de 2014


As pessoas são obrigadas a esperar muito tempo nas filas..

… e não há cadeiras em número suficiente para abrigar a todos

O Santander fechou recentemente uma de suasquatro agências em Arapongas, causando o caos no atendimento da agência 1275, que ficou com as contas que antes eram operadas pela unidade desativada na cidade. O presidente do Sindicato de Apucarana, Antonio Pereira da Silva, afirma que essa medida não foi bem planejada, pois a agência 1275 não tem espaço suficiente para dar conta da demanda extra e nem mesmo pessoal.

“Como os funcionários da agência fechada foram todos transferidos para outras localidades, a que recebeu as contas está com muita sobrecarga de serviços e sem as mínimas condições para acomodar os clientes, aposentados e usuários. São apenas dois caixas para atender as pessoas, as filas são enormes, não tem assentos em número suficiente, há muita demora no atendimento e as condições de trabalho estão muito precárias”, denuncia Antonio.

De acordo com ele, o Sindicato deu prazo para que a administração do banco espanhol resolva esses problemas e caso não sejam tomadas providências a agência vai ser paralisada. “Já acionamos o Procon e a Vigilância Sanitária para fiscalizar a situação. O que fizeram é uma falta de respeito com as pessoas, tanto para clientes, como para os usuários e os funcionários, que estão ficando loucos com tanto trabalho”, relata.

Na avaliação do presidente do Sindicato, outra agência do Santander em Arapongas localizada a uma quadra da 1275 é mais espaçosa e poderia comportar sem maiores problemas os clientes da outra que foi fechada. “Esperamos que o banco reveja essa posição e solucione o mais rápido possível os problemas decorrentes da falta de logística no fechamento da agência 269-2”, cobra.

Segundo Maria Salomé Fujii, diretora do Sindicato de Apucarana, a a gência 1275 tem apenas oito funcionários para dar conta de todos os serviços e a demora para atendimento na gerência nesta sexta-feira (7/02) passou de duas horas.

“A agência recebeu cerca de 3 mil contas a mais sem que houvesse qualquer modificação na dotação de funcionários”, critica.

Questionada a respeito dos problemas, a adminstração da agência alegou que a decisão da transferência das contas foi da matriz, em São Paulo. “Não há condições para trabalhar ou mesmo para atender as pessoas com dignidade. Simplesmente jogaram as pessoas lá, sem se preocupar com o que iria acontecer”, afirma Salomé, acrescentando que para agravar ainda mais a situação, o sistema de ar condicionado não está funcionando adequadamente, causando desmaios e muito transtorno aos clientes, usuários e funcionários.

Por Armando Duarte Jr.
Jornalista Diplomado – 2.495/PR

Close