[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 11:18 Sem categoria

Seminário em Cornélio Procópio, debate mitos sobre a África

Seminário hoje (18/11), em Cornélio Procópio, debate mitos sobre a África

O diretor do Sindicato de Cornélio Procópio, Ivaí Lopes Barroso, com profissionais da saúde da Prefeitura, na atividade dirigida à população
SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA Seminário hoje (18/11), em Cornélio Procópio, debate mitos sobre a África
Quarta-Feira, 18 de Novembro de 2015


A Prefeitura de Cornélio Procópio participou da Semana da Consciência Negra orientando a população sobre prevenção de doenças

A Semana da Consciência Negra, promovida pela ANEPRO (Associação dos Negros Procopenses), tem na programação desta quarta-feira (18/11), a realização do Seminário “A Desconstrução da África Mítica”, que vai debater os mitos criados em torno do continente e do seu povo.

O evento será iniciado às 19h00, no CECONTI (Centro de Convivência da Terceira Idade), de Cornélio Procópio.

A Programação da Semana da Consciência Negra foi iniciada na segunda-feira (16/11) com a realização no Coreto do Calçadão de Cornélio atividades de orientação para a saúde da população negra. Profissionais da Secretaria de Saúde de Cornélio Procópio fizeram verificação da pressão arterial, testes de glicemia e repassaram orientações sobre anemia falciforme, talecemia, AIDS e DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis).

Ontem, (17), ocorreu no Campos da UENP (Universidade Estadual do Norte do Paraná) o I Seminário sobre Geografia e Africanidades. À noite, houve a Feira da Lua Temática, na Praça Botafogo, com música, realização de desfile, apresentações de capoeira e samba de roda e barracas para comercialização de alimentos.

Segundo Ivaí Lopes Barroso, diretor do Sindicato de Cornélio Procópio e da ANEPRO, as atividades da Semana da Consciência Negra estão sendo bem recebidas pela população. “As pessoas estão prestigiando os evento e estamos conseguindo passar as mensagens que queremos para valorizar a cultura negra e descontruir os mitos existentes, bem como o racismo”, avalia Ivaí.

Por Armando Duarte Jr.
Jornalista Diplomado – 2.495/PR

Close