[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 09:55 Sem categoria

Promoção por mérito: sobrecarga na Caixa impede capacitação dos empregados

PromoçãoporMérito-240517.jpg

25 Maio 2017 – 12:45

A saída de trabalhadores por meio de planos de demissão e aposentadoria, somada à falta de contratações, impossibilita o comprometimento com a formação exigida para a promoção

Em reunião do Grupo de Trabalho que trata da promoção por mérito na Caixa, nesta quarta-feira (24), a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) apresentou como preocupação a dificuldade dos empregados em realizarem as horas de capacitação durante o expediente, em razão da sobrecarga de trabalho nas unidades.

Genésio Cardoso, representante dos trabalhadores no GT, criticou a não reposição dos postos deixados pelos trabalhadores que aderiram aos Planos de Apoio à Aposentadoria e ao recente Plano de Demissão Voluntário Extraordinário (PDVE). “Não podemos aceitar que os empregados fiquem sem delta por falta de tempo para fazer a formação, uma vez que há 30 mil aprovados aguardando serem chamados”, afirma.

O objetivo da reunião foi esclarecer as informações referentes à promoção 2017, ano base 2016, além do fechamento dos critérios para a promoção 2018. Em relação ao debate deste último item, que está sendo discutido nesta quinta-feira (25), na reunião da mesa permanente, Genésio Cardoso esclareceu que é importante manter os critérios. “Eles são resultado de uma conquista histórica dos empregados da Caixa e que precisa ser mantida”, diz.

Conforme divulgado em janeiro pela Caixa, dos 89.497 empregados passíveis de promoção este ano, 76.305 foram promovidos. Desse total, 62.475 (69,8%) tiveram um delta e 13.830 (15,4%), dois deltas. Ficaram sem nenhum delta 13.497 trabalhadores, ou seja, 15% dos promovíveis. Em 2016, foram 14,6% na situação “delta zero”. Já a média neste ano foi de 1 delta por empregado, contra 1,01 no ano anterior.

Fonte: Fenae.

Close