[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 21:28 Sem categoria

Governo não tem sequer 250 votos para aprovar Previdência, afirma José Guimarães

Líder da Minoria na Câmara reafirma que Temer está longe de conseguir os 308 votos necessários para aprovar o pacote em primeiro turno 
guimaraes_foto_abr.jpg
(Foto ABr)
Jornal GGN – O deputado e líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE) disse nesta segunda-feira (05) que o governo Temer está bem longe de alcançar os 308 votos que precisa para passar a reforma da Previdência em primeiro turno na Casa.
“Temos trabalhado com as lideranças, com as dissidências… posso assegurar para o país que o governo não tem sequer 250 votos”, disse o parlamentar a jornalistas hoje, antes da abertura dos trabalhos no legislativo, segundo informações da Reuters, completando que sua ponderação “não é bravata”.
De fato, a avaliação do petista faz sentido, segundo informações divulgadas hoje pelos jornais, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) estuda deixar a pauta da reforma para 2019, em princípio insatisfeito com declarações do presidente Temer de “ter feito sua parte” para que a reforma avançasse no Congresso – como se Maia estivesse ali a passeio.
Mas o que tem pesado, absolutamente, é a falta de segurança para a votação. O período próximo das eleições, preocupa os parlamentares que não querem ter a imagem atingida pelas mudanças no INSS defendidas pelo Planalto.
Ainda, segundo a Reuters, Guimarães prometeu que a Minoria da Câmara fará o que for possível para obstruir as votações na Casa até que a PEC seja definitivamente engavetada. Centrais sindicais planejam realizar um ato contra a reforma nesta terça-feira e uma mobilização nacional no dia 19 de fevereiro, data prevista para a votação.
O Painel da Folha publicou hoje que a “nova Previdência” foi dada como morta em um almoço realizado na semana passada entre Maia e os líderes do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e no Congresso, André Moura (PSC-SE).
Sem poder contar com o dinheiro que a reforma poderia proporcionar para o caixa da União ainda em 2018, o governo deverá correr agora para encaminhar as privatizações da Eletrobras e Embraer.
Notícia colhida no sítio https://jornalggn.com.br/noticia/governo-nao-tem-sequer-250-votos-para-aprovar-previdencia-afirma-jose-guimaraes
Close