[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 23:58 Sem categoria

62% acreditam que investigação contra Queiroz pode afetar governo Bolsonaro

A avaliação negativa do presidente aparece em queda na pesquisa XP/Ipespe e 45% consideram governo como Ruim/Péssimo

Fabrício Queiroz | Foto: Policia Civil/Fotos Públicas

Por Lucas Rocha

Pesquisa da XP Investimentos com o instituto Ipespe revelada nesta segunda-feira (20) aponta que a maioria da população acredita que os desdobramentos da investigação contra o policial aposentado Fabrício Queiroz pode afetar o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Questionados sobre os efeitos da continuidade da investigação de Queiroz e do esquema da rachadinha no governo, 35% responderam que vai afetar “muito” e 27% acreditam que atingirá “um pouco” o Planalto, totalizando 62%. Outros 27% creem que “não afetará em nada”. 11% não responderam.

Queiroz está em prisão preventiva domiciliar após decisão do ministro João Otávio Noronha, do Supremo Tribunal de Justiça (STJ). O ex-assessor de Flávio Bolsonaro e de Jair Bolsonaro é alvo das investigações sobre o esquema de rachadinhas que teria sido coordenado por ele no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

A pesquisa também mostra que 61% acreditam que Flávio Bolsonaro está mais envolvido do que o presidente com Queiroz. Apenas 8% creem que o envolvimento do ex-policial é maior com o ex-capitão. Já 4% acreditam que o caso é restrito a Queiroz e 27% não responderam.

Avaliação do governo

As avaliações negativas do governo e do presidente aparecem em queda na pesquisa. A atuação do ex-capitão diante da pandemia, que marcava 55% de Ruim/Péssima nos dois últimos meses, agora está com 52% de avaliação negativa. 25% avaliam como Ótima/Boa.

Close