[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 13:49 Agenda Sindical, Destaque

Fetec realiza reunião ampliada da direção estadual

A Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Paraná (Fetec-CUT-PR) realizou na noite de ontem (29) uma reunião ampliada da direção estadual. Coordenada pelo presidente da Fetec, Deonísio Schmidt, o encontro, realizado de forma virtual por conta da pandemia de Covid-19, contou com a presença de dirigentes sindicais das regionais Curitiba, Pactu e Vida Bancária.

Schmidt apresentou aos participantes a consulta que será utilizada para saber quais são as prioridades da categoria para a campanha salarial 2022. O material foi amplamente debatido entre os dirigentes da Fetec e o questionário deverá ser aplicado para as bancárias e bancários em breve. “Com base nesta consulta, iremos levar para o comando nacional os anseios dos bancários e bancárias paranaenses. A participação da categoria será muito importante para esta campanha. Acredito que todos ficaram satisfeitos com o questionário montado pela Fetec”, avalia.

Teletrabalho

Na sequência, o advogado Rubens Bordinhão falou aos presentes sobre as medidas provisórias 1108 e 1109, que regulamentam a questão do teletrabalho e abrem a possibilidade de que as trabalhadoras e trabalhadores sejam remunerados por empreitada. Há a preocupação de que estas mps sejam aprovadas, o que poderia trazer retrocessos e prejuízos para a classe trabalhadora, que vem sendo sistematicamente prejudicada pela necropolítica do atual governo.

Protocolo

O último tema da noite foi comandado pela secretária da mulher trabalhadora da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Eunice Tieko Miyamoto. Ela trouxe para a mesa convidados e convidadas que falaram sobre a discriminação que as minorias sofrem no País em que o fascismo voltou a dar as caras. “Parabenizo a Fetec pela implantação do Protocolo de Prevenção e Ação em casos de discriminação, assédio e violência por razões de Gênero, ratificando o compromisso com nossas pautas e respeito às diferenças que enriquecem nosso conhecimento e convivência cotidiana. O nosso objetivo é garantir um ambiente livre de assédio independentemente da raça, etnia, religião, cor, sexo, idade, origem, orientação sexual, deficiência, identidade de gênero, gravidez ou qualquer outra característica ou condição do indivíduo, proibida por lei e/ou convênios internacionais. Se for ameaçado/ameaçada, denuncie. Busque o Comitê de Ética do seu Sindicato ou Federação”, informa.

Texto: Flávio Augusto Laginski

Fonte: Fetec

Close