[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 13:38 Recentes, Regional PACTU

Conferência Regional impulsiona Campanha Nacional nos sindicatos do Pactu

Nesta quarta, 18/05, foi realizada a Conferência Regional das Bancárias e Bancários dos Sindicatos do Pactu, ainda no formato 100% virtual, em função da pandemia do coronavírus. A Conferência contou com dezenas de delegadas e delegados dos cinco sindicatos que formam a Regional Pactu – Paranavaí, Campo Mourão, Toledo, Umuarama e Guarapuava –, todos filiados à Fetec-CUT/PR (Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Estado do Paraná).

A Conferência foi aberta com breve homenagem a Everaldo Gornaski Ribeiro, dirigente e presidente eleito do Sindicato dos Bancários de Guarapuava, falecido em 16/01 deste ano, vítima de complicações da covid-19. Na sequência, o evento contou com saudações das lideranças sindicais convidadas: Marcio Mauri Kieller Gonçalves, bancário e presidente da CUT-PR (Central Única dos Trabalhadores do Paraná), Elias Henemann Jordão, secretário de Políticas Sociais da Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Sistema Financeiro), Deonísio Venceslau Schmidt, presidente da Fetec-CUT/PR, dos presidentes dos sindicatos do Pactu e Nivalda Sguissardi, coordenadora da Regional Pactu.

Para fazer o debate sobre a conjuntura política e econômica, o convidado foi o deputado federal Enio Verri (PT-PR). Enio descreveu o cenário onde ocorreram o golpe contra a presidenta Dilma Rousseff, em 2016, e a condenação sem provas do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, que o impediu ilegalmente de disputar a presidência do país, em 2018. Enio apontou também que o país passa por um profundo processo de desconstitucionalização, ou seja, desmonte das conquistas cidadãs da Constituição de 1988, e que, caso eleito, Lula pode demorar até dois anos para reequilibrar as contas do país e restabelecer a eficiência administrativa, tal o descalabro da gestão Jair Bolsonaro.

Após o debate da conjuntura, a Conferência aprovou as propostas dos sindicatos do Pactu que serão levadas à Conferência Estadual das Bancárias e Bancários, que será realizada em formato híbrido (presencial e remota simultaneamente), nos dias 27 e 28/05 próximos. As propostas aprovadas levaram em conta o resultado da Consulta feita com as bancárias e bancários ao longo do mês de abril, onde os mesmos apontaram quais deveriam ser as prioridades da Campanha Nacional 2022.

Segundo Nivalda, “a Conferência foi muito positiva e a expressiva participação nos deixou muito otimistas, em relação à Campanha. Porém, um coisa ficou muito clara em todos os pronunciamentos. A principal campanha de 2022 é a eleição de Lula em outubro, pois o melhor resultado possível nas negociações salariais não terá valor nenhum se reelegermos Bolsonaro e seu projeto ultraliberal e colocarmos em risco todos os nossos direitos, trabalhistas e sociais”, afirmou a dirigente.

Os sindicatos do Pactu podem participar da Conferência Estadual com até 13 delegadas e delegados. Os nomes serão definidos por cada Sindicato.

Fonte: Pactu

Close