[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 14:44 Notícias

Lula classifica ameaças a jornalistas como “risco para a democracia”

O ex-presidente Lula comentou em seu perfil no Twitter e no site oficial de sua campanha eleitoral sobre as ameaças de morte sofridas pelo repórter Lucas Neiva, do Congresso em Foco, após produzir uma matéria denunciando a produção de fake news em favor de Jair Bolsonaro no fórum anônimo 1500chan. Segundo o candidato, “fake news são um risco para a democracia”.

“O esquema de fake news sustentando e alimentado por Bolsonaro e seus seguidores não é perigoso apenas pela desinformação que gera, mas também porque coloca em risco a vida de quem ousa denunciá-lo”, disse Lula em seu site oficial, onde reproduziu a notícia sobre a elaboração de estratégias de divulgação de desinformação no 1500chan e as ameaças direcionadas a Neiva e sua família.

Lula também manifestou preocupação com o “clima beligerante estimulado pelo bolsonarismo”, apontando as ameaças como uma consequência desse clima. O ex-presidente ainda ressaltou o impacto das fake news no processo eleitoral. “Essa tática foi usada pelo então candidato [Bolsonaro] e sua base para vencer as eleições de 2018, e existe a preocupação real de que interfira no resultado das eleições de 2022”.

Outra candidata à Presidência que também se manifestou sobre o episódio foi a senadora Simone Tebet (MDB-MS), que concorre pela coalizão do MDB com o Cidadania. “O jornalismo brasileiro sofre forte repressão nos últimos tempos e ameaças como essa são inaceitáveis. Os jornalistas são fundamentais para a democracia e na luta por um Brasil melhor”, declarou em seu Instagram.

Fonte: Congresso em Foco

Close