[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 13:04 Bradesco, Destaque

COE Bradesco se reúne com Regional de Maringá para debater assédio moral

A COE (Comissão de Organização dos Empregados) do Bradesco da Fetec-CUT/PR (Federação dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito do Paraná), juntamente com dirigentes do PACTU se reuniu nesta quinta-feira (25/08) com o gerente Regional do banco em Maringá, Arlei Fontanella, para debater denúncias de prática de assédio contra os funcionários e funcionárias para atingir metas.

Participaram do encontro Valdecir Cenali, diretor do Sindicato de Londrina e coordenador da COE Bradesco no Paraná, os dirigentes Wendrel Minare, do Sindicato de Paranavaí, Wilson de Souza, do Sindicato de Umuarama, Nivalda Sguissardi e Augusto Blank Junior, de Campo Mourão.

De acordo com Valdecir, a reunião foi solicitada pelos Sindicatos do PACTU, Regional da Fetec-CUT/PR formada pelos Sindicatos de Campo Mourão, Paranavaí, Toledo e de Umuarama, levando em conta as reclamações recebidas da categoria nos últimos tempos.

“O problema do assédio moral é antigo, mas a todo momento o Bradesco troca as regras exigindo mais dos bancários e bancárias, que já não aguentam mais correr atrás de metas cada vez mais altas”, explica Valdecir, lembrando que no último dia 18/08 a COE se reuniu com a Regional do banco em Londrina para tratar do mesmo assunto.

Campanha 2022


Na ocasião também foi comentado com o Regional que a categoria bancária está em Campanha Salarial e devido à postura dos bancos nas negociações com o Comando Nacional não está descartada a deflagração de greve nos próximos dias.

“O Bradesco é um dos bancos com maior peso na mesa da Fenaban. Mesmo com seu lucro superior a 14 bilhões de reais nos seis primeiros meses deste ano, não se esforça para que seja apresentada uma proposta com aumento real nos salários, tíquetes e uma PLR maior, reconhecendo o papel da categoria neste resultado”, complementa.

Texto: Armando Duarte Jr.

Fonte: Vida Bancária

Close