(Rio) Nas agências do Banco Real de Brasília, a maioria dos funcionários estão registrados como comissionados, com jornada de oito horas. Em muitas, só os caixas ficam fora desta definição, trabalhando seis horas.

A juíza da 5ª Vara do TRT de Brasília condenou o banco por desrespeito à jornada de trabalho, estabelecendo multa de R$ 10 mil por infração para cada agência, mais R$ 200 mil a título de indenização por danos morais coletivos, tudo reversível ao FAT.

O ABN Real fica proibido de incluir como comissionados os que não tiverem função de chefia, fiscalização, gerência ou equivalente, de exigir trabalho aos sábados e fraudar registros de jornada. A decisão vale para todo o país.

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br