As seis maiores centrais sindicais do Brasil – CUT, Força Sindical, CTB, UGT, CSB, NCST – divulgaram nota nesta segunda-feira (1º) repudiando o fim do repasse constitucional ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de parte da arrecadação do PIS/PASEP para o financiamento de programas de desenvolvimento econômico.

A medida foi colocada na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 186, conhecida como PEC Emergencial, que prevê o pagamento do novo auxílio emergencial para os trabalhadores  desempregados e informais. Outras medidas, como o fim do teto mínimo de gastos para saúde e educação também foram colocados no texto, mas devem ser retirados porque a maioria dos senadores não era a favor do corte.

“Com base em diagnóstico inconsistente, a medida irá afetar negativamente a geração de empregos, a modernização tecnológica e o desenvolvimento sustentável da economia brasileira no longo prazo”, diz trecho da nota assinada pela CUT e demais centrais.

Clique aqui para ler a íntegra da nota

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br