O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários, Financiários e Empresas do Ramo Financeiro de Curitiba e Região se soma aos atos nacionais convocados pelas centrais sindicais para a próxima sexta-feira, 18 de junho. As ações do Sindicato irão denunciar à população o aumento do número de mortes por Covid-19 na categoria bancária e a importância da vacinação dos trabalhadores do sistema financeiro entre os grupos prioritários, especialmente pelas características dos locais de trabalho como agências bancárias: ambientes fechados, sem circulação de ar, em que transitam milhares de pessoas diariamente no atendimento essencial ao público.

Luta pela vacinação da categoria bancária
O Sindicato fortaleceu em 2021 a mobilização para que os trabalhadores bancários, financiários e demais prestadores de serviço do sistema financeiro, como seguranças, terceirizados e da limpeza, sejam inseridos entre os grupos prioritários na vacinação. Além de mobilizações nas redes sociais, o Sindicato tem realizado ações de diálogo com a população, para evitar a circulação e aglomeração de pessoas dentro das agências, com a utilização de caminhões de som, spots de rádio, outdoors e adesivos de orientações nas agências bancárias.

Em outras frentes, a entidade também participa das negociações nacionais com representantes dos bancos empregadores, para que a articulação pela vacinação seja encampada pelas instituições financeiras da mesma forma que pelos trabalhadores.

Leia mais:
Ministro da Saúde recebeu pedido de prioridade de vacinação para bancários

O Sindicato também oficiou todas as Prefeituras de Curitiba e região metropolitana, as secretarias municipais de saúde, bem como todos os vereadores desses municípios, na tentativa de sensibilizar membros do executivo e do legislativo pela priorização da vacinação desse público, como medida de segurança sanitária coletiva. “A categoria bancária nunca parou na pandemia. Nós, desde o início, atuamos nacionalmente e regionalmente para garantir condições adequadas de trabalho, para colocar em home office pessoas com comorbidades, pelo fornecimento de equipamentos de segurança. E agora com a possibilidade de vacinação não é diferente”, explica Antônio Luiz Fermino, presidente do Sindicato.

“Nós estamos vivendo uma situação muito delicada, com aumento de mortes entre os trabalhadores da categoria nesse último mês, e estamos todos convivendo com o desespero do medo da contaminação, não só dos próprios trabalhadores, mas também de seus familiares dentro de suas casas. A vacinação caminha a passos lentos e nós não podemos nos omitir de denunciar de quem é a culpa”, diz.

#19J tem ato nacional
As ações serão também convocatórias e de mobilização para o ato nacional que acontece no próximo sábado, 19 de junho, pela vacinação para todos, pelo ‘Fora Bolsonaro’, pelo auxílio-emergencial de R$ 600, pela geração de empregos e em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS). Em Curitiba, o ato de rua acontece a partir das 15 horas, na Praça Santos Andrade. As centrais sindicais orientam o uso de máscara PFF2, álcool em gel 70% e distanciamento para evitar aglomerações durante a manifestação.

#SindicatonasRedes
Facebook: www.facebook.com/bancariosdecuritiba
Instagram: www.instagram.com/bancariosdecuritiba (@bancariosdecuritiba)
WhatsApp: (41) 9 9989-8018
Telegram: t.me/canalbancariosdecuritiba (@canalbancariosdecuritiba)
Twitter: twitter.com/bancariosctba (@bancariosctba)
Youtube: www.youtube.com/seebcuritiba

Fonte: SEEB Curitiba

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br