Foto: Vida Bancária

A ex-funcionária do Itaú em Ribeirão Claro, Ingridy Soria Rodrigues Pinto, aceitou a proposta apresentada pelo banco no âmbito da CCV (Comissão de Conciliação Voluntária) com o Sindicato de Arapoti, resolvendo suas pendências trabalhistas.

O acordo foi fechado nesta terça-feira (29/09), em reunião da CCV realizada na sede do Sindicato de Arapoti, coordenada pelo presidente da entidade, Carlos Roberto de Freitas.

Segundo Carlos, nesta conciliação foram resolvidas as diferenças no acerto da ex-bancária, que exercia a função de assistente de atendimento, referentes à 7ª e 8ª horas, adicional de PLR, reflexos do 13º salário, deslocamento com veículo e outros direitos que não haviam sido pagos na rescisão.

“Na CCV os bancários e bancárias desligados têm a oportunidade de resolver suas pendências com o banco de forma ágil e sem a intervenção da Justiça do Trabalho. Como é voluntária, se eles não aceitarem a proposta do banco depois podem buscar a via judicial, mas geralmente é possível chegar a uma conciliação sem maiores problemas”, explica o presidente do Sindicato de Arapoti.

Texto: Armando Duarte Jr.

Fonte: Vida Bancária

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br