Sindicatos negociam a renovação do acordo específico de plano de saúde e outros itens com o banco Itaú Unibanco

A FETEC-CUT-PR e seus 10 Sindicatos filiados estiveram reunidos com representantes do Itaú Unibanco no dia 3 de março, em Curitiba. Na pauta, o Plano de Saúde no Estado, segurança bancária e questões específicas de cada base sindical.

Na ocasião foi apresentado ao banco o resultado da Consulta realizada entre dezembro de 2010 e janeiro de 2011, na qual os funcionários avaliaram o Plano de Saúde (médico e odontológico).

No interior do Estado, a operadora avaliada foi a Unimed, enquanto que em Curitiba avaliou-se o Plano de Saúde Itaú (auto-gestão). O índice de aprovação no Estado foi de 73% (entre bom e ótimo). A avaliação entre ruim e regular somou 27% (ver gráfico a seguir).

Quando os resultados de Curitiba são isolados, porém, o resultado não é o mesmo. As respostas ruim e regular somam 56%, contra 44% de avaliação entre bom e ótimo. O descredenciamento de profissionais, somado a processos de não atendimento de algumas especialidades são os problemas que a auto-gestão apresenta na capital e região metropolitana.

“Há pouco tempo, os urologistas fizeram um movimento que resultou na interrupção do atendimento aos planos de auto-gestão. Atualmente, os pediatras estão sem atender esta modalidade de plano. Cabe ao Itaú resolver o mais rápido possível esta questão, oferecendo aos funcionários todas as especialidades médicas, conforme foi cobrado na negociação”, informa Damião Rodrigues, presidente do Sindicato dos Bancários de Apucarana e Região.

Sobre o Plano Odontológico, a questão muda de figura. Dos consultados, 53% o avaliaram como ruim e regular. Apenas 26% avaliaram como bom e 2% como ótimo. Chama a atenção a quantidade de funcionários que não avaliaram o Plano Odontológico: 19% (ver gráfico a seguir).

“Cobramos dos representantes do Itaú melhorias no Plano Odontológico. Esta é uma grande conquista dos funcionários e que precisa ser tratada com seriedade pelo banco”, critica José Ubiraci de Oliveira, presidente do Sindicato dos Bancários de Arapotie Região.

“Muitos funcionários não estão utilizando o Plano Odontológico e a maioria dos que usam este serviço consideram-no como ruim ou regular. Os problemas são notórios: rede credenciada não satisfatória, falta de especialidades, os próprios dentistas não realizando os procedimentos pela operadora. O Itaú precisa tomar providências urgentes para solucionar estes problemas”, acrescenta Ubiraci.

Também foi reivindicado junto ao Itaú melhorias imediatas no atendimento oferecido aos funcionários pelo serviço telefônico. O 0800 não atende de forma adequada os funcionários que necessitam deste serviço.

“Os Sindicatos da FETEC-CUT-PR estão sempre procurando melhorar as condições de trabalho dos bancários no Estado. Nesta negociação com o Itaú apresentamos o resultado de uma Consulta feita junto à base, que legitima as nossas reivindicações e a prática sindical. Aguardamos do Itaú a resolução dos problemas detectados o mais breve possível”, ressalta Elias Jordão, presidente da FETEC-CUT-PR.

Outros assuntos – A segurança bancária também teve destaque na negociação com o banco. Foi apresentado ao Itaú as informações que estão circulando na grande imprensa do Estado sobre o aumento dos assaltos a banco no Paraná. Ao contrário do restante do País, os números do Paraná apresentam um aumento de cerca de 16% no número de assaltos a banco, notadamente no interior.

“Temos cobrado do Itaú há vários anos a instalação de portas de segurança nas agências que ainda não possuem este mecanismo, que é fundamental para a proteção da vida de bancários, vigilantes e clientes”, relembra Wanderley Crivellari, presidente do Sindicato dos Bancários de Londrina e Região.

“Infelizmente, o Itaú ainda mantém agências sem este equipamento. Reivindicamos a imediata instalação das portas, visto os dados que colocam o Estado do Paraná em um grau de risco muito grande em relação aos assaltos. Cabe ao Itaú zelar pela vida das pessoas que trabalham e circulam pelas suas agências”, finaliza Wanderley.

Outros assuntos discutidos na negociação dizem respeito a demandas específicas apresentadas pelos Sindicatos filiados à FETEC-CUT-PR.

NOTÍCIA COLHIDA NO SÍTIO www.vidabancaria.com.br.

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br