Congresso de Negras e Negros do Brasil – CONNEB

São Paulo receberá entre os dias 11 a 14 de outubro de 2007, a primeira Assembléia Nacional do Congresso Nacional de Negras e Negros do Brasil – o Conneb – promovido pelo Movimento Negro Brasileiro,

A abertura será no dia 11 de outubro (quinta-feira), às 19 horas, durante Sessão Solene na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, no Plenário “Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira”.

Nos dias 12, 13 e 14 a partir das 9 horas será dado prosseguimento ao evento na Universidade Zumbi dos Palmares – situada na Rua Padre Luis Alves de Siqueira, 640 Barra Funda.

Delegados, convidados e observadores de todo o Brasil estarão reunidos em conferência, mesas de debates, atividades em grupos e plenárias para decidir os rumos de um projeto político para promoção social de negros e negras na sociedade brasileira.

Os temas priorizados para esta primeira Assembléia Nacional serão: Análise da Conjuntura Nacional e Internacional; Territorialidade, Resistência e valores civilizatórios de Matriz Africana e A Luta das Mulheres Negras.

Contaremos com homens e mulheres de experiência histórica na luta do movimento negro brasileiro, lideranças, intelectuais e juventude negra discutindo a realidade da população negra junto aos temas. Nos grupos discutiremos a realidade brasileira do ponto de vista da nação, do Estado e da economia para refletir os desafios para a construção de um projeto político da população negra para o Brasil.

Há tendência dos posicionamentos políticos enfocarem alguns desafios:

* Como diminuir as desigualdades entre negros e brancos ?.

* Como garantir isonomia salarial entre negros e brancos, homens e mulheres, levando em conta que as mulheres negras são as maiores prejudicadas pela desigualdade salarial?

* Como implementar políticas de ações afirmativas no trabalho, educação, instancia de poder e na segurança publica, setores que mais discriminam a população negra?

* com viabilizar a aprovação da Lei de Cotas e do Estatuto da Igualdade Racial, visto que a maioria da população brasileira é favorável a essa medida ?.

* Como promover inserção da juventude negra no mercado de trabalho e acabar com a violência genocída que dizima a juventude negra?

* Cimplementar direitos constitucionais como a manutenção do decreto lei que regulamenta a titulação de terras para quilombolas urbanos e rurais?

* Como manter caráter laico do Estado brasileiro a fim proteger com igualdade toda manifestação da religiosidade no Brasil e, principalmente, salvaguardar a religião de matriz africana contra a intolerância veiculada na grande mídia?

* Como fortalecer a democracia brasileira respeitando o protagonismo das organizações que apresentam importantes agendas para o Congresso Nacional, para o Ministério da Educação, para as Universidades, para os Partidos Políticos, Centrais Sindicais através de mobilização popular fortalecer a consciência negra e a luta para acabar com o racismo e todas as formas de discriminação?

Convidamos negras e negros brasileiros e todos os segmentos étnicos a estarem ao nosso lado para construirmos um Brasil democrático e sem racismo.

NOTÍCIA COLHIDA NO SÍTIO www.cut.org.br.

Escreva um comentário

Rua XV de novembro, 270, sala 510, Centro, Curitiba-PR, CEP 80020-310, Fone (41)-33229885, Fax (41)-33245636, fetec@fetecpr.org.br