[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 09:25 Notícias

Caixa adia decisão. Terça é Dia Nacional de Luta

(São Paulo) A negociação entre CNB/CUT, Executiva Nacional dos Bancários, CEE/Caixa e Caixa Econômica Federal continuará na próxima sexta-feira, dia 6 de agosto. A Caixa frustando a expectativa de assinatura do pré-acordo, que prevê a aplicação da Convenção Coletiva para seus empregados, informou que ainda necessita de mais uma semana para aprofundar análise do documento.
A CNB/CUT concordou em conceder mais esse prazo, tendo em vista a perspectiva de avanço. Se na próxima semana, a Caixa não tiver posição clara a respeito da assinatura do pré-acordo, a representação dos empregados irá entrar em processo de enfrentamento. “O voto de confiança foi dado, sexta é o limite”, exclama o coordenador da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa, Plínio Pavão. E esse processo poderá se agravar se até o final da agosto a Caixa não atender as reivindicações dos empregados.
Dia Nacional de Luta – A reação começa logo. Foi aprovado pela Executiva Nacional dos Bancários, Dia Nacional de Luta para terça, dia 3 de agosto. O objetivo é forçar os banqueiros a apresentar proposta.
Negociações complementares- A respeito das reivindicações complementares entregues à Caixa, no último dia 22 de julho, a Caixa propôs reuniões do GT RH008 e GT Segurança. O GT RH008 tem reunião marcada na segunda, dia 2, às 15h na CNB/CUT, em São Paulo. O GT Segurança reúne-se na quarta-feira. O objetivo dos Grupos é avançar e superar impasses, para que se possível já na sexta-feira, dia 6, sejam apresentados resultados mais concretos na negociação.
Provocação desnecessária – A CNB/CUT considera uma provocação desnecessária, um desrespeito aos empregados e ao processo de negociação a emissão da Circular Interna (CI) GESER 005. A CI altera o atual direito dos empregados de serem isentos de tarifas como extrato, saldo e saque na rede e do banco 24h. A GESER 005 prevê também o pagamento de tarifa por saque na rede compartilhada, adiantamento a depositantes, cheque sem provisão de fundos e sobre o limite excedido. A CNB/CUT propôs à Caixa que recue e revogue a CI, pois está retirando uma conquista dos empregados unilateralmente. A Caixa se comprometeu a analisar a questão e dar uma resposta em breve.
Apcefs – O Conselho Deliberativo da Fenae, que é composto pelos presidentes das Apcefs e de outras entidades filiadas de todo o país, reunido em Brasília, nos dias 28 e 29 de julho, elaborou documento que foi entregue pela Executiva Nacional dos Bancários, na tarde de hoje, aos representantes da Caixa durante a rodada de negociação. O documento requer que sejam implementadas as questões negociadas pelo GT Funcef que é a proposta do novo plano de benefícios e seus desdobramentos, conforme relatório entregue à Caixa, em novembro do ano passado.
Carolina Coronel e Meire Bicudo – CNB/CUT

Por 09:25 Sem categoria

Caixa adia decisão. Terça é Dia Nacional de Luta

(São Paulo) A negociação entre CNB/CUT, Executiva Nacional dos Bancários, CEE/Caixa e Caixa Econômica Federal continuará na próxima sexta-feira, dia 6 de agosto. A Caixa frustando a expectativa de assinatura do pré-acordo, que prevê a aplicação da Convenção Coletiva para seus empregados, informou que ainda necessita de mais uma semana para aprofundar análise do documento.

A CNB/CUT concordou em conceder mais esse prazo, tendo em vista a perspectiva de avanço. Se na próxima semana, a Caixa não tiver posição clara a respeito da assinatura do pré-acordo, a representação dos empregados irá entrar em processo de enfrentamento. “O voto de confiança foi dado, sexta é o limite”, exclama o coordenador da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa, Plínio Pavão. E esse processo poderá se agravar se até o final da agosto a Caixa não atender as reivindicações dos empregados.

Dia Nacional de Luta – A reação começa logo. Foi aprovado pela Executiva Nacional dos Bancários, Dia Nacional de Luta para terça, dia 3 de agosto. O objetivo é forçar os banqueiros a apresentar proposta.

Negociações complementares- A respeito das reivindicações complementares entregues à Caixa, no último dia 22 de julho, a Caixa propôs reuniões do GT RH008 e GT Segurança. O GT RH008 tem reunião marcada na segunda, dia 2, às 15h na CNB/CUT, em São Paulo. O GT Segurança reúne-se na quarta-feira. O objetivo dos Grupos é avançar e superar impasses, para que se possível já na sexta-feira, dia 6, sejam apresentados resultados mais concretos na negociação.

Provocação desnecessária – A CNB/CUT considera uma provocação desnecessária, um desrespeito aos empregados e ao processo de negociação a emissão da Circular Interna (CI) GESER 005. A CI altera o atual direito dos empregados de serem isentos de tarifas como extrato, saldo e saque na rede e do banco 24h. A GESER 005 prevê também o pagamento de tarifa por saque na rede compartilhada, adiantamento a depositantes, cheque sem provisão de fundos e sobre o limite excedido. A CNB/CUT propôs à Caixa que recue e revogue a CI, pois está retirando uma conquista dos empregados unilateralmente. A Caixa se comprometeu a analisar a questão e dar uma resposta em breve.

Apcefs – O Conselho Deliberativo da Fenae, que é composto pelos presidentes das Apcefs e de outras entidades filiadas de todo o país, reunido em Brasília, nos dias 28 e 29 de julho, elaborou documento que foi entregue pela Executiva Nacional dos Bancários, na tarde de hoje, aos representantes da Caixa durante a rodada de negociação. O documento requer que sejam implementadas as questões negociadas pelo GT Funcef que é a proposta do novo plano de benefícios e seus desdobramentos, conforme relatório entregue à Caixa, em novembro do ano passado.

Carolina Coronel e Meire Bicudo – CNB/CUT

Close