[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 12:44 Sem categoria

Banqueiros travam negociação e trabalhadores bancários param em sinal de protesto em São Paulo

Banqueiros travam negociação e bancários param

No dia 5 a Fenaban voltou para a mesa de negociação sem qualquer proposta, em desacordo com o novo modelo

São Paulo – Estava indo tudo bem. O novo modelo de negociação proposto pelos bancários previa encerrar um tema em cada bloco. O objetivo é acabar com o previsível “não para tudo” dos banqueiros. E foi assim nos dias 30 e 31 de agosto nos debates sobre saúde e condições de trabalho. Mas foi só falar de dinheiro que os banqueiros recuaram.

No segundo bloco, de 5 de setembro, foram iniciadas as discussões sobre as cláusulas econômicas. Os bancários apresentaram fundamentações para o pagamento do aumento real, da participação nos lucros e sobre a remuneração variável. A argumentação foi forte e os banqueiros pediram um tempo para estudar os temas e apresentar formulações para eles a partir do dia 13. Mas deram para trás.

“Diferentemente do que aconteceu no primeiro bloco, quando conseguimos avançar em torno de temas como saúde e assédio moral, os debates sobre as cláusulas econômicas foram improdutivos”, relata o presidente do Sindicato, Luiz Cláudio Marcolino. “Depois de uma semana “pensando”, eles voltaram no dia 13 sem apresentar sequer um modelo para os debates. Por culpa dos banqueiros, o novo processo negocial ameaça implodir”, completa.

Mobilização – Os bancários avisaram. Estão apostando no novo modelo de negociação, mas permanecem mobilizados, fazendo reuniões por local de trabalho, mobilizações, protestos. “Deixamos claro que se os banqueiros deixassem de negociar, os bancários iriam parar”, diz Marcolino. “Começamos hoje com um aviso, atrasando a abertura das agências do Centro. E vamos continuar até que eles venham negociar com seriedade.”

Passeata neles – Os banqueiros estão começando a fazer graça. Vamos acabar com isso de cara, fazendo a primeira grande passeata da campanha 2007. O movimento será na quarta, dia 19, a partir das 18h, concentração na Av. São João, ao lado da sede do Sindicato (Rua São Bento, 413).

Por Cláudia Motta e Elisângela Cordeiro – 17/09/2007

NOTÍCIA COLHIDA NO SÍTIO www.spbancarios.com.br.

Close