[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 16:10 Sem categoria

Lucros dos bancos em 2010

O primeiro dos grandes a divulgar, foi o banco Bradesco (10,0 bilhões de reais em 2010), o segundo, o banco Santander (7,4 bilhões); dia 17 é a vez do Banco do Brasil e no dia 22, quem divulga é o banco Itaú Unibanco.

Ainda não são conhecidas as datas de divulgação da CAIXA e do banco HSBC.

————————————

Começou a nova safra de lucros e banco Bradesco alcança 10 bilhões de reais de ganhos em 2010

Lucro do Bradesco cresce 37% no 4o trimestre

SÃO PAULO (Reuters) – O Bradesco fechou o quarto trimestre com uma alta de 37 por cento no lucro líquido na comparação com um ano antes, num desempenho que ficou praticamente em linha com o esperado pelo mercado.

O segundo maior banco privado do Brasil teve lucro líquido de 2,987 bilhões de reais nos três últimos meses de 2010 ante ganho de 2,527 bilhões no trimestre anterior e 2,181 no quarto trimestre de 2009.

Em termos ajustados, o lucro do banco no último trimestre de 2010 foi de 2,684 bilhões de reais ante expectativa média de 2,602 bilhões de reais obtida pela média de sete estimativas de analistas obtida pela Reuters.

Em todo o ano de 2010, o lucro líquido contábil do Bradesco somou 10,022 bilhões de reais, crescimento de 25,1 por cento na comparação com 2009.

O resultado do trimestre foi apoiado em uma expansão de 20,2 por cento carteira de crédito, que terminou o ano em 274,227 bilhões de reais. Já pelo critério expandido, que considera principalmente operações com grandes empresas, a carteira avançou 23 por cento, para 293,555 bilhões de reais.

Já a despesa com provisão para devedores duvidosos (PDD) registrou queda de 14,8 por cento no quarto trimestre, na comparação anual, para 2,295 bilhões de reais. Sobre o terceiro trimestre houve aumento de 11,5 por cento.

Segundo o banco, os indicadores de inadimplência da instituição, porém, “fixaram-se no menor patamar dos últimos oito trimestres”. O índice baseado em operações vencidas há mais de 90 dias fechou o trimestre passado em 3,6 por cento, uma queda de 1,3 ponto percentual na comparação anual e praticamente estável ante os 3,8 por cento do terceiro trimestre.

O Bradesco terminou 2010 com 637,485 bilhões de reais, um crescimento de 25,9 por cento sobre 2009.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

NOTÍCIA COLHIDA NO SÍTIO http://br.reuters.com/article/businessNews/idBRSPE70U00C20110131

=============================

NOTA DIVULGADA PELO BANCO BRADESCO

Apresentamos os principais números obtidos pelo Bradesco no exercício de 2010:

1. O Lucro Líquido Contábil(1) do exercício foi de R$ 10,022 bilhões (variação de 25,1% em relação ao Lucro Líquido Contábil de R$ 8,012 bilhões do mesmo período de 2009), correspondendo a R$ 2,66 por ação, e rentabilidade de 22,7% sobre o Patrimônio Líquido Médio(2) .

2. Quanto à origem, o Lucro Líquido Contábil é composto por R$ 7,104 bilhões provenientes das atividades financeiras, correspondendo a 70,9% do total, e por R$ 2,918 bilhões gerados pelas atividades de seguros, previdência e capitalização, representando 29,1% do total.

3. Em 31 de dezembro de 2010, o valor de mercado do Bradesco era de R$ 109,759 bilhões(3) , ressaltando que as ações preferenciais valorizaram 12,1%(4) no ano, frente a valorização de 1,0% do Ibovespa.

4. Os Ativos Totais, em dezembro de 2010, registraram saldo de R$ 637,485 bilhões, crescimento de 25,9% em relação ao mesmo período de 2009. O retorno sobre os Ativos Totais médios foi de 1,7%.

5. A Carteira de Crédito Expandida(5) , em dezembro de 2010, atingiu R$ 293,555 bilhões, evolução de 23,0% em relação ao mesmo período de 2009. As operações com pessoas físicas totalizaram R$ 98,122 bilhões (crescimento de 19,5%), enquanto as operações com pessoas jurídicas atingiram o montante de R$ 195,433 bilhões (crescimento de 24,9%).

6. Os Recursos Captados e Administrados somaram R$ 872,514 bilhões, uma variação de 24,3% em relação a dezembro de 2009.

7. O Patrimônio Líquido, em dezembro de 2010, somou R$ 48,043 bilhões, 15,1% superior ao saldo do mesmo período de 2009. O índice de Basileia registrou 14,7% em dezembro de 2010, sendo 13,1% de Capital Nível I.

8. Aos acionistas foram pagos e provisionados, a título de Juros sobre o Capital Próprio e Dividendos, R$ 3,369 bilhões relativos ao lucro gerado em 2010, sendo R$ 1,095 bilhão a título de mensais e intermediários pagos e R$ 2,274 bilhões provisionados.

9. A Margem Financeira atingiu R$ 33.056 milhões, apresentando um crescimento de 11,1%, em relação ao ano de 2009.

10. O Índice de Inadimplência superior a 90 dias atingiu 3,6%, apresentando redução pelo quinto trimestre consecutivo.

11. O Índice de Eficiência Operacional(6) , em dezembro de 2010, foi de 42,7% (40,5% em dezembro de 2009) e no conceito “ajustado ao risco”, em dezembro de 2010, foi de 52,4% (55,9% em dezembro de 2009).

12. Os Prêmios Emitidos de Seguros, Contribuição de Previdência e Receitas de Capitalização atingiram o montante de R$ 31,078 bilhões(7) no exercício de 2010, evolução de 18,0% em relação ao ano de 2009. As provisões técnicas alcançaram R$ 87,177 bilhões, representando 30,6% do mercado segurador brasileiro (database: novembro/10).

13. Os investimentos em infraestrutura, informática e telecomunicações somaram R$ 3,920 bilhões no ano de 2010, com evolução de 13,4% em relação ao ano anterior.

14. Os impostos e contribuições, inclusive previdenciárias, pagos ou provisionados, somaram R$ 15,782 bilhões, sendo R$ 6,793 bilhões relativos aos tributos retidos e recolhidos de terceiros e R$ 8,989 bilhões apurados com base nas atividades desenvolvidas pela Organização Bradesco, equivalente a 89,7% do Lucro Líquido Contábil.

15. O Bradesco disponibiliza aos seus clientes uma extensa Rede de Atendimento no País, com 6.551 Pontos de Atendimento (sendo 3.628 Agências, 1.263 PABs e 1.660 PAAs). Também estão disponíveis aos clientes Bradesco 1.557 PAEs, 26.104 Pontos Bradesco Expresso, 6.203 Agências do Banco Postal, 32.015 máquinas da Rede Própria de Autoatendimento Bradesco Dia&Noite e 11.057 máquinas da Rede Compartilhada(8) .

16. A remuneração fixa do quadro de colaboradores, somada aos encargos e benefícios, totalizou R$ 7,844 bilhões. Os benefícios proporcionados aos 95.248 colaboradores da Organização Bradesco e seus dependentes somaram R$ 1,856 bilhão e os investimentos em programas de formação, treinamento e desenvolvimento somaram R$ 107,105 milhões.

17. Conforme deliberado na Assembleia Geral Extraordinária realizada em 17.12.2010, o Bradesco está promovendo o aumento do seu capital social no valor de R$ 1,5 bilhão, elevando-o de R$ 28,5 bilhões para R$ 30,0 bilhões.

18. Em novembro de 2010, o Bradesco tornou-se o primeiro patrocinador nacional dos “Jogos Olímpicos Rio 2016”, com exclusividade nas categorias “serviços financeiros” e “seguros”.

19. Principais Prêmios e Reconhecimentos recebidos no 4º trimestre de 2010:

Eleito o Banco do Ano de 2010, no Prêmio “Relatório Bancário”. O reconhecimento dado à contribuição da Instituição para o desenvolvimento da sociedade por meio de seus produtos e serviços, sustentados por uma plataforma tecnológica inovadora e atualizada (Revista Relatório Bancário);

Melhor Banco na Gestão de Pessoas, conquistando em 2010 o segundo lugar entre as empresas com mais de 10.000 funcionários (Revista Valor Carreira/Jornal Valor Econômico);

A Marca Bradesco foi considerada a mais valiosa do setor financeiro (Superbrands );

Campeão, pela terceira vez consecutiva, do Prêmio “Intangíveis Brasil”, na categoria “Tecnologia da Informação e Internet ” (Revista Consumidor Moderno);

Integrou a lista das 20 empresas-modelo em responsabilidade social corporativa do Brasil (Guia Exame de Sustentabilidade 2010/Revista Exame);

Compõe a lista das 42 empresas integrantes do “Índice de Carbono Eficiente (ICO2)”, da BM&FBovespa;

As ações do Bradesco integraram, pelo sexto ano consecutivo, o “Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE)”, da BM&FBovespa;

Em 2010, a Bradesco Corretora conquistou posição de liderança nos principais rankings de carteiras de ações com maior rentabilidade no mercado brasileiro (Valor Econômico/InfoMoney/Exame); e

A Bradesco Asset Management (BRAM) é a melhor gestora de fundos institucionais no ranking elaborado pela revista Investidor Institucional.

20. No que diz respeito à sustentabilidade, direcionamos as ações em três pilares: (i) Finanças Sustentáveis, com o foco em inclusão bancária, em variáveis socioambientais para concessões de crédito e oferta de produtos socioambientais; (ii) Gestão Responsável, com ênfase na valorização dos colaboradores, na melhoria do ambiente de trabalho e nas práticas ecoeficientes; e (iii) Investimentos Socioambientais, focando educação, meio ambiente, cultura e esporte. Destacamos a Fundação Bradesco, que desenvolve um amplo programa socioeducacional mantendo 40 escolas no Brasil, atuando em diversos segmentos da Educação. Em 2010, realizou 646 mil atendimentos, dos quais 115 mil aos alunos em suas Escolas próprias, na Educação Básica, da Educação Infantil ao Ensino Médio e Educação Profissional Técnica de Nível Médio; Educação de Jovens e Adultos e na Formação Inicial e Continuada. Na Escola Virtual, seu portal e-learning , nos CIDs – Centros de Inclusão Digital e nos Programas realizados em colaboração estratégica, como o Educa+Ação, foram 531 mil atendimentos. Aos alunos da educação básica, também são assegurados, gratuitamente, uniforme, material escolar, alimentação e assistência médico-odontológica. Em seus 54 anos de atividade, a Fundação Bradesco proporcionou ensino formal, gratuito e de qualidade a mais de 2 milhões de alunos, que somados a outras modalidades de cursos, presenciais e à distância, superou 4 milhões de atendimentos.

(1) De acordo com o publicado no capítulo 6 deste Relatório de Análise Econômica e Financeira; (2) Não considera o efeito da marcação a mercado dos Títulos Disponíveis para Venda registrada no Patrimônio Líquido; (3) R$ 122,831 bilhões considerando-se a cotação de fechamento das ações PN (ação mais líquida) no último dia do ano; (4) Considera o reinvestimento dos dividendos/juros sobre o capital próprio; (5) Inclui avais e fianças, antecipação de recebíveis de cartões de crédito, cessão de crédito (FIDC e CRI) e operações com Risco de Crédito – Carteira Comercial (critério expandido), que inclui operações de debêntures e notas promissórias; (6) Acumulado 12 meses; (7) Não consideramos o efeito da RN nº 206/09 (ANS), no montante de R$ 406 milhões (Saúde); e (8) Banco24Horas + compartilhamento entre Bradesco, Banco do Brasil e Banco Santander.

NOTÍCIA COLHIDA NO SÍTIO http://www.bradescori.com.br/site/conteudo/download/Download.aspx?file=~/uploads/01_InfoMercado.pdf

================================

Crédito maior ajuda lucro do Santander Brasil em 2010

SÃO PAULO (Reuters) – O aumento da disponibilidade de crédito ao consumidor e a empresas foi o principal responsável por elevar o lucro do Santander Brasil em 34 por cento no ano passado, conforme números divulgados nesta quinta-feira.

A instituição fechou 2010 com ganho líquido de 7,382 bilhões de reais pelo critério contábil IFRS, ante os 5,508 bilhões de reais de 2009.

“O crescimento de crédito para pessoa física e para empresas foi o que mais contribuiu para os resultados do banco… Temos melhorado a qualidade da carteira”, disse o presidente do Santander Brasil, Fábio Barbosa, a jornalistas.

Em todo o ano passado, a carteira de crédito do Santander a pessoas físicas cresceu 22,9 por cento, enquanto para empresas o aumento foi de 21,8 por cento.

O avanço foi superior ao apurado pela carteira de crédito total do banco, que encerrou dezembro em 160,56 bilhões de reais, expansão de 16 por cento sobre 2009.

“As carteiras de (crédito) consignado e imobiliário são as que mais têm crescido”, acrescentou Barbosa, apontando que isso deve se manter em 2011.

Nos 12 meses até dezembro, o Santander apurou alta de 36,9 por cento na sua carteira de crédito consignado, somando 13,8 bilhões de reais, e elevação de 33,1 por cento em financiamento imobiliário, para 12,1 bilhões de reais.

A queda nos níveis de inadimplência também contribuiu para o resultado anual positivo, segundo o executivo. Entre dezembro de 2009 e o último mês do ano passado, o índice relativo a empréstimos vencidos a mais de 90 dias diminuiu de 7,8 para 5,8 por cento no caso de pessoas físicas. Enquanto isso, o índice total caiu de 5,9 para 3,9 por cento.

“A grande queda (da inadimplência) já aconteceu. Quanto mais crédito houver, menor será o índice. A partir de agora vai cair marginalmente”, disse Barbosa, referindo-se ao cenário de medidas macroprudenciais e aumento de juros no país.

“Não vejo o país entrando em reta de reversão de crescimento… Não vejo ajustes na economia tendo impacto na inadimplência.”

O executivo espera um crescimento de entre 15 e 20 por cento do crédito para o sistema financeiro como um todo no país este ano.

Em teleconferência com analistas, Barbosa disse, sem citar números, que o Santander Brasil pretende ter expansão de sua carteira de crédito em 2011 acima da média do mercado.

INTEGRAÇÃO

O Santander Brasil espera concluir em 12 de fevereiro a integração de suas operações com as do Banco Real, adquirido no final de 2007. Conforme Barbosa, a plataforma tecnológica do Real será desativada e unificada.

Gradualmente, os clientes da instituição terão suas contas migradas para as novas agências, sendo que alguns já vêm sendo comunicados via correspondência.

“Estamos tendo mais sinergias do que imaginávamos”, afirmou o executivo. As sinergias com a união somaram 1,862 bilhão de reais até dezembro.

Para este ano, o Santander planeja abrir 100 agências, após inaugurar 110 em 2010.

As ações do banco operavam em queda de 2,41 por cento às 13h27, cotadas a 18,62 reais, enquanto o Ibovespa tinha baixa de 0,68 por cento.

(Por Vivian Pereira e Alberto Alerigi Jr.)

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011 13:30 BRST

NOTÍCIA COLHIDA NO SÍTIO http://br.reuters.com/article/businessNews/idBRSPE71205920110203?pageNumber=2&virtualBrandChannel=0&sp=true

==============================

ESTA NOTÍCIA SERÁ ATUALIZADA QUANDO OCORREREM NOVAS DIVULGAÇÕES.

Close