[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 15:18 Notícias

Morre Dom Cláudio Hummes, Arcebispo emérito de São Paulo, aos 87 anos

O Cardeal Cláudio Hummes, Arcebispo emérito de São Paulo, morreu na manhã desta segunda-feira (4), em São Paulo, aos 87 anos. A informação foi confirmada em nota pela Arquidiocese de São Paulo. “Dom Cláudio”, como era conhecido, tratava um câncer no pulmão.

O corpo do arcebispo será velado na Catedral Metropolitana de São Paulo, onde serão celebradas Santas Missas.

Franciscano, o cardeal era um dos arcebispos mais influentes na Santa Sé. Em 2013, no Conclave que escolheu o Papa Francisco, Cláudio estava sentado ao seu lado. Em entrevista para a imprensa, Jorge Bergoglio revelou que a escolha do nome Francisco foi inspirada por Cláudio, relata ao G1.

“Ao meu lado, nas eleições, estava o arcebispo emérito de São Paulo e prefeito emérito da Congregação para o Clero, cardeal Cláudio Hummes, um grande amigo. Quando a situação ficava um pouco perigosa, ele me consolava. Quando os votos chegaram aos dois terços, começaram a aplaudir, porque o papa tinha sido eleito. E ele me abraçou, me beijou e disse: ‘Não se esqueça dos pobres’. E aquela palavra entrou na minha cabeça: os pobres. Pensei em Francisco de Assis”, explicou o Papa na época.

São Francisco de Assis (1182-1226) é o padroeiro dos humildes e um dos santos mais populares da Igreja Católica.

A direção do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC divulgou nota lamentando a morte de Dom Cláudio Hummes, ressaltando sua decicação também aos trabalhadores e povos indígenas. “Seu longo ministério foi dedicado, em particular, ao acompanhamento dos trabalhadores, povos indígenas e dos mais pobres”, diz trecho da nota, que segue contando um pouco da história do Cardeal.

Aury Afonso Hummes, nome de registro, decidiu entregar sua vida inteiramente ao sacerdócio a partir dos 17 anos, quando ingressou, em 1952, na Ordem dos Frades Menores – franciscanos. Nomeado Bispo por São Paulo VI, em março de 1975, Dom Cláudio assumiu a Diocese de Santo André (SP), em dezembro do mesmo ano, aonde permaneceu por 21 anos, até 1996.

Dom Cláudio Hummes acompanhou de perto a luta do movimento operário no Brasil, incluindo as greves dos Metalúrgicos do ABC no fim da década de 1970. O Bispo, muitas vezes, abriu as portas da Catedral de Santo André para as assembleias, presidiu missa com a participação da categoria e posicionou-se corajosamente contra as demissões dos trabalhadores.

Passou toda a vida dedicando-se a luta do povo brasileira. Deixa um legado inestimável de misericórdia, resistência e luta contra as injustiças sociais.

Dom Claudio, presente!

Fonte: CUT

Close