[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 15:49 Notícias

Bancários do Ceic-Itaú rejeitam proposta

Itaú montou contingenciamento; bancários se preparam para a possível greve do dia 6
(São Paulo, 30 de setembro) Os bancários do Ceic-Itaú rejeitaram a contraproposta da Fenaban de 4% de reajuste salarial nesta sexta-feira, dia 30, durante uma assembléia realizada no local, que tem cerca de oito mil funcionários do Itaú.
“Ninguém faz greve porque gosta ou quer. Faz porque o patrão não atende às reivindicações dos trabalhadores”, disse o presidente do Sindicato, Luiz Cláudio Marcolino, durante a assembléia.
O presidente também lembrou da greve de 24 horas que aconteceu no dia 28, e ainda comentou com os bancários sobre o Encontro Nacional, que ocorre neste sábado, dia 1º, na Quadra dos Bancários, em São Paulo.
“O banco tem condições de pagar o que os bancários pedem. Por isso, os trabalhadores precisam se organizar em seus locais de trabalho e participar ativamente das manifestações”, disse.
O Itaú, mesmo com a assembléia transcorrendo normalmente, tentou impedir a reunião dos trabalhadores, montando um forte esquema de contingenciamento. Algumas pessoas dormiram no local, outras entraram de madrugada. O grande número de helicópteros transportando trabalhadores fez um morador ir à assembléia reclamar da atitude do banco.
Fonte: Jair Rosa – Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região.

Por 15:49 Sem categoria

Bancários do Ceic-Itaú rejeitam proposta

Itaú montou contingenciamento; bancários se preparam para a possível greve do dia 6

(São Paulo, 30 de setembro) Os bancários do Ceic-Itaú rejeitaram a contraproposta da Fenaban de 4% de reajuste salarial nesta sexta-feira, dia 30, durante uma assembléia realizada no local, que tem cerca de oito mil funcionários do Itaú.

“Ninguém faz greve porque gosta ou quer. Faz porque o patrão não atende às reivindicações dos trabalhadores”, disse o presidente do Sindicato, Luiz Cláudio Marcolino, durante a assembléia.

O presidente também lembrou da greve de 24 horas que aconteceu no dia 28, e ainda comentou com os bancários sobre o Encontro Nacional, que ocorre neste sábado, dia 1º, na Quadra dos Bancários, em São Paulo.

“O banco tem condições de pagar o que os bancários pedem. Por isso, os trabalhadores precisam se organizar em seus locais de trabalho e participar ativamente das manifestações”, disse.

O Itaú, mesmo com a assembléia transcorrendo normalmente, tentou impedir a reunião dos trabalhadores, montando um forte esquema de contingenciamento. Algumas pessoas dormiram no local, outras entraram de madrugada. O grande número de helicópteros transportando trabalhadores fez um morador ir à assembléia reclamar da atitude do banco.

Fonte: Jair Rosa – Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região.

Close