[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 09:11 Sem categoria

Provisões afetaram o balanço da CAIXA; confira o que diz a CAIXA em seu relatório de apresentação dos resultados até o terceiro trimestre

Provisões afetaram o balanço da CAIXA

A inadimplência e o provisionamento de valores referentes a 145 mil ações judiciais sobre perdas de planos econômicos foram os dois motivos alegados pela presidente da Caixa Econômica Federal, Maria Fernanda Ramos Coelho, para o mau resultado do terceiro trimestre na instituição. O lucro do banco (R$ 62,5 milhões) caiu 89% em relação ao mesmo período do ano passado, o que significa desempenho muito inferior aos concorrentes diretos. De janeiro a setembro, a Caixa acumulou lucro de R$ 1,77 bilhão, valor 8,1% menor que o dos nove primeiros meses de 2006.

Maria Fernanda garantiu ontem que, apesar do resultado do terceiro trimestre, o banco está respeitando as metas do controlador (Ministério da Fazenda) e também está enquadrado nos limites previstos nas normas do Banco Central. Ela informou que 72% da carteira têm os menores riscos (classificação AA ou A), mas que, com a expansão das operações é normal ocorrer um aumento na taxa de inadimplência.

“Tudo está dentro das margens de segurança. Somos conservadores na avaliação de risco. Nos últimos seis ou sete anos, evoluímos muito na governança”, justificou a presidente da Caixa.

A inadimplência na instituição é maior porque, segundo Maria Fernanda, a Caixa opera onde os bancos privados não querem operar. Isso significa, nessa visão, apoiar as pessoas que têm baixa renda em operações de habitação e saneamento e também financiar micro e pequenas empresas para gerar emprego. A Caixa financia empresas com faturamento anual de até R$ 7 milhões

A presidente da Caixa disse que a instituição é fiscalizada com rigor pela Controladoria Geral da União (CGU), pelo Tribunal de Contas da União (TCU), pelo Ministério Público Federal e pelas auditorias independentes.

A Caixa também anunciou ontem que vai ampliar em 20% a rede de casas lotéricas correspondentes. Atualmente, o banco tem 8.870 lotéricas associadas e esse número será expandido em até duas mil unidades em 2008. A prioridade é para os municípios e áreas desassistidas desse atendimento e o aumento da demanda. A última expansão dessa rede ocorreu em 1999. Além dos rincões, bairros em grandes cidades também serão beneficiados.

Segundo Maria Fernanda, a ampliação será dará por maio de licitações públicas regionais e poderá gerar 2 mil novos pontos..

Por Arnaldo Galvão – Valor Econômico.

NOTÍCIA COLHIDA NO SÍTIO www.contrafcut.org.br.
=========================================

O que diz a CAIXA

Relatório da Administração – 3º trimestre de 2007

Apresentação

O terceiro trimestre de 2007 foi marcado pela implantação do Novo Modelo de Gestão da CAIXA. O objetivo é simplificar o funcionamento da Empresa, agilizando os processos internos e promovendo significativas melhorias no atendimento à população. A Empresa avança na implementação de consistente estrutura de governança corporativa, propiciando uma gestão com responsabilidade social e geração de valor para a sociedade. Como parte do modelo, foi adotada, também, nova forma de se fazer negócios em que o foco se volta para o cliente e não para o produto.

O Programa de Aceleração do Crescimento – PAC se consolida como um dos mais arrojados projetos de desenvolvimento do país. A CAIXA é a principal responsável pelo financiamento aos investimentos em infra-estrutura social e urbana no País – habitação e saneamento, sendo,
portanto, peça fundamental para o sucesso do Programa. Contratou até o terceiro trimestre de 2007, R$ 8,1 bilhões, sendo R$ 6,1 bilhões em saneamento e R$ 2,0 bilhões em habitação. Além disso, foram realizadas 27 conferências para acompanhamento de cada uma das operações do PAC.

No 3º trimestre, a CAIXA concluiu a ferramenta de diagnóstico da capacidade de gestão municipal, no âmbito do Projeto Governança Inclusiva. Foram criados indicadores que refletem a capacidade de gestão: sócio-econômica, financeira, administrativa e fiscal dos municípios. Esse projeto tem como objetivo apoiar os municípios com população de até 20 mil habitantes e com baixo Índice de Desenvolvimento Humano – IDH, oferecendo um conjunto de software de controle e gestão, em plataforma livre, para promover a melhoria da administração pública e trazer benefícios para a população.

A CAIXA manteve a sua tradição e fechou o trimestre como líder de mercado na captação de poupança, com R$ 3,1 bilhões.

Ainda, nesse período, a marca da CAIXA esteve presente como patrocinadora dos jogos PAN e PARAPAN-AMERICANOS e de vários atletas nas modalidades: atletismo, ginástica olímpica e lutas, que representaram muito bem o nosso país e conseguiram, com o apoio e incentivo da
Empresa, conquistar um grande número de medalhas para o Brasil.

Desempenho Econômico-Financeiro

O lucro líquido acumulado até setembro de 2007 foi de R$ 1,7 bilhão e no 3º trimestre de R$ 62,5 milhões. Este resultado viabilizou o repasse à União deR$ 517,9 milhões a título de dividendos e juros sobre capital próprio. O montante destinado ao Tesouro Nacional até o 3º trimestre, quando somado aos repasses de loterias, tributos e encargos recolhidos, eleva-se para R$ 3,4 bilhões. O retorno sobre o Patrimônio Líquido – PL foi de 23,3%. O capital próprio, em 30 de setembro de 2007, equivale a 29,5% dos ativos ponderados segundo o risco e as imobilizações representam 13,2% em relação ao PL.

Até setembro de 2007, as receitas de prestação de serviços apresentaram variação positiva de aproximadamente 21,9%, em relação ao mesmo período do ano, destacando-se o crescimento de 27,5% em serviços bancários e 21,9%, em serviços de governo.

Para ler o relatório completo, é preciso acessar o endereço eletrônico http://www.caixa.gov.br e entrar em “Relatórios e Balanços” e em “Demonstrativos Financeiros”.

NOTÍCIA COLHIDA NO SÍTIO www.caixa.gov.br.

Close