[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 12:56 Sem categoria

Conferência sobre Paulo Freire e Políticas Públicas abre IX ENEJA em Faxinal do Céu

O IX ENEJA tem como um dos seus eixos a Economia Solidária, trazendo esse assunto para a pauta de discussões e as possíveis interfaces com a Educação de Jovens e Adultos, numa perspectiva emancipatória e libertadora, princípios defendidos pelo educador Paulo Freire, falecido há dez anos atrás.

O IX Encontro de Educação de Jovens e Adultos teve continuidade, após a abertura oficial em Curitiba, no Centro de Capacitação de Faxinal do Céu, em Pinhão. As atividades tiveram início às 20:00 horas, no espaço da Tenda, que foi idealizado para funcionar como um local de convivência e confraternização entre os delegados inscritos no evento, além de lá funcionar a Feira de Saberes, Experiências e Economia Solidária. Foram realizadas atividades de acolhimento aos delegados, com atividades artísticas e culturais, com apresentações dos participantes, inclusive da representante da UNESCO, a filipina Carolyn Anonuevo, e de performances do Grupo Mundaréu. Esse grupo, da cidade de Curitiba, realiza um trabalho de pesquisa de cultura popular e se apresenta na lógica do trabalho da integração das diferentes linguagens artísticas. Além do Mundaréu apresentou-se também, a dupla João Bello e Suzi Monte Serrat, cujo trabalho propõe uma reflexão sobre as relações humanas, por meio da música e poesia.

Logo em seguida, as entidades de Economia Solidária e participantes do Evento explicaram, aos presentes, o funcionamento e a concepção que direciona o trabalho de cada uma delas. Falaram representantes da Justa Trama, da Rede Abelha, da Coopermandi e da Agência de Desenvolvimento Solidário da CUT.

Ao término, todos foram convidados para realizar um cortejo da Tenda até ao auditório, onde aconteceria a Conferência “A atualidade do pensamento de Paulo Freire e as políticas de Educação de Jovens e Adultos”. O cortejo se desenvolveu com a adesão maciça, em clima de muita alegria, com músicas, poesias e versos.

Economia Solidária e ENEJA

O IX ENEJA está marcado, fortemente, pelo pensamento de Paulo Freire, que perpassa toda a programação e atividades aqui realizadas. Numa demonstração da possibilidade do desenvolvimento de um comércio solidário, esta edição do Encontro Nacional de EJA ofereceu aos participantes bolsas e camisetas confeccionadas por dois empreendimentos, que desenvolvem seus trabalhos com base nos princípios de auto-gestão da Economia Solidária. As bolsas confeccionadas pela Coopermandi foram feitas com lona reciclada e as camisetas com algodão ecológico pela Justa Trama, rede de empreendimentos que articulam todo o processo produtivo, do plantio do algodão à comercialização (Maiores informações: www.justatrama.com.br)

O universo de atuação da Economia Solidária e da EJA se articulam a partir do jovem e adulto, pessoas que historicamente foram alijadas de seus direitos. Assim, ao se estabelecer uma outra prática nas relações econômicas que são fundamentais para a organização da sociedade, é de extrema importância que as diretrizes educacionais, no nosso caso a EJA, considerem essa economia, que está acontecendo no ENEJA, no Brasil e em todo o mundo.

A Conferência

A professora Maria Margarida Machado (UFG) proferiu a conferência, contando com a presença na mesa o professor Leôncio Soares (UFMG) e a professora Edna Castro (UFES). Em suas considerações a professora Margarida apresentou reflexões para subsidiar os ouvintes nas discussões que acontecem durante o Encontro.

Finalizando, um belíssimo show do grupo Vientosur, que traz em seu repertório a música hispano-americana, utilizando-se de instrumentos musicais típicos de países sulamericanos, misturando música popular, música erudita e saudáveis pitadas de humor.

Close