[email protected] | (41) 3322-9885 | (41) 3324-5636

Por 12:43 Notícias

Ex-presidente do Ibope concorda com Marcos Coimbra: eleição presidencial está decidida

O ex-presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, afirmou ao jornalista Ancelmo Gois, de O Globo, neste sábado (3) que a eleição presidencial está decidida: “A campanha demorou quase dois anos. Mas acabou. Falta o eleitor pôr o voto na urna”. A opinião dele é convergente com a de Marcos Coimbra, do Instituto Vox Populi, que tem acompanha a evolução das pesquisas semanalmente na TV Fórum. Os dois, Montenegro e Coimbra, são considerados os maiores especialistas em pesquisas eleitorais do país. 

A afirmação de Montenegro e a avaliação de Coimbra partem da mesma constatação: Lula mantém-se, desde junho de 2021, ao redor dos 45% das intenções de voto. “Não há precedente para essa estabilidade com um número tão alto na história das eleições no Brasil”, diz Coimbra. Ele registra que a referência para suas avaliações são as pesquisas eleitorais presenciais, “pois as telefônicas não conseguem alcançar o eleitorado mais pobre e, com isso, apresentaram ao longo de mais de um ano números inferiores para Lula”. 

De fato, na última pesquisa Datafolha, realizada entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro, Lula aparece com 45% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro está estagnado em 32%. Na última pesquisa do Ipec, divulgada pouco antes e com campo entre 26 e 28 de agosto, Lula tem 44% e Bolsonaro os mesmos 32%.

Montenegro não pode ser acusado de petista ou lulista. Em 2018, três dias antes do segundo turno entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, ele previu: “só um tsunami tira Bolsonaro da presidência”. Acertou. Bolsonaro foi eleito com 55% dos votos contra 45% de Haddad no segundo turno.

O Ipec é o sucessor do antigo Ibope, que deixou de existir em 2020. O Ibope Inteligência, anteriormente conhecido como Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística ou Ibope, foi fundado e administrado pela família Montenegro ao longo de quase oito décadas de existência, a partir de 1942. Carlos Augusto presidiu a empresa por quase 40 anos. Em 2014, teve a divisão de pesquisa de mídia adquirida pelo grupo Kantar, formando a Kantar Ibope Media. Como consequência, mudou seu nome. De “Ibope” passou a se chamar “Ibope Inteligência”, com o intuito de diferenciar as duas empresas, até que em 2021 a empresa deixou de existir, com seus executivos, ao lado de Montenegro, fundando o Ipec. A presidenta do Ipec, Márcia Cavallari Nunes, foi diretora executiva da área de pesquisas de opinião do Ibope por 18 anos. 

Foto: Botafogo / FPA

Fonte: Revista Fórum

Close